IMPERIALISMO: NOVO SIGNIFICADO DA PARTILHA TERRITORIAL NA CONTEMPORANEIDADE

Lucas Gama Lima

Resumo


O presente artigo tem como objeto de análise a fase imperialista do capitalismo na contemporaneidade. A internacionalização do capitalismo, em sintonia com processo de financeirização do capital, permitiu um regime de acumulação sem precedentes e com alto grau de expropriação. A interpenetração de capitais afiançou corporações transnacionais de diferentes formações sociais e de distintos matizes, que atuam em escala global. No imperialismo contemporâneo, os países periféricos também participam do processo de partilha, a qual se tornou prioritariamente mediata (e não mais imediata). Em suma, na atual quadra histórica, a dinâmica imperialista contemporânea conduz à mescla de investimentos de players oriundos de distintos países, buscando apropriação absoluta/relativa do espaço, em uma busca desenfreada pela valorização do capital. 

Palavras-chave: Imperialismo, capital financeiro, partilha territorial


Texto completo:

PDF


A Pegada está indexada em:

LATINDEX - http://www.latindex.unam.mx/

Sumarios.org - http://sumarios.org/

Scientific Indexing Services (SIS) - http://sindexs.org/

GEODADOS - http://geodados.pg.utfpr.edu.br/

Capes Periódicos - http://www.periodicos.capes.gov.br/

e-Revistas - http://www.erevistas.csic.es/

Directory of Open Acess Journals (DOAJ) - http://doaj.org/

ISSN: 1676-3025