A DINÂMICA GEOGRÁFICA DO TRABALHO ENCIMADA NAS MIGRAÇÕES SAZONAIS PARA OS CANAVIAIS DO PONTAL DO PARANAPANEMA (SP), NO INÍCIO DO SÉCULO XXI

Fredi dos Santos Bento, Antonio Thomaz Junior

Resumo


Nessa viragem do século XXI, percebe-se o avanço cada vez mais intenso e destruidor do capital sobre o trabalho, característica fundamental dos ambientes refeitos pela reestruturação produtiva. Esse processo expressa no território o conteúdo historicamente determinado das formas de dominação sobre os trabalhadores, sendo, pois, a precarização que se dá por meio da migração de trabalhadores, diante de poucas alternativas de sobrevivência, tanto nos núcleos urbanos como rurais do Nordeste e Norte de Minas Gerais para o Pontal do Paranapanema, em busca de melhores oportunidades. O objetivo principal deste trabalho é compreender a territorialização das migrações do trabalho para o capital no Pontal do Paranapanema. Dessa forma, queremos também analisar as estratégias do capital agroindustrial canavieiro para com os trabalhadores.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.33026/peg.v16i1.3432

A Pegada está indexada em:

LATINDEX - http://www.latindex.unam.mx/

Sumarios.org - http://sumarios.org/

Scientific Indexing Services (SIS) - http://sindexs.org/

GEODADOS - http://geodados.pg.utfpr.edu.br/

Capes Periódicos - http://www.periodicos.capes.gov.br/

Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico (REDIB) - https://www.redib.org/

Directory of Open Acess Journals (DOAJ) - http://doaj.org/

EBSCO - https://www.ebsco.com/

ISSN: 1676-3025