COTIDIANO FRONTEIRIÇO VERSUS DELIBERAÇÕES DE ESTADO: ANIQUILAMENTO DE CLASSE E DESENTROSAMENTO(S) DE GOVERNANÇA NA ZONA DE FRONTEIRA BRASIL/BOLÍVIA

Roberto Mauro da Silva Fernandes

Resumo


O objetivo do presente artigo é refletir sobre a relação conflituosa entre as normas de Estado e o território, em especial àquela que tange as dinâmicas transfronteiriças das cidades-gêmeas. Deste modo, no foco de nossa discussão está a Zona de Fronteira Brasil/Bolívia e mais especificamente as cidades de Corumbá/MS (Brasil) e Puerto Quijarro (Bolívia). Trata-se de uma análise a respeito dos mecanismos locais de governança e sobre os instrumentos regulatórios para o comércio (varejista) destinados a zona fronteiriça em questão. Para tal, fizemos uso de levantamento bibliográfico e realizamos trabalho de campo nas mencionadas cidades.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.33026/peg.v16i1.3423

A Pegada está indexada em:

LATINDEX - http://www.latindex.unam.mx/

Sumarios.org - http://sumarios.org/

Scientific Indexing Services (SIS) - http://sindexs.org/

GEODADOS - http://geodados.pg.utfpr.edu.br/

Capes Periódicos - http://www.periodicos.capes.gov.br/

Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico (REDIB) - https://www.redib.org/

Directory of Open Acess Journals (DOAJ) - http://doaj.org/

EBSCO - https://www.ebsco.com/

ISSN: 1676-3025