APONTAMENTOS TEÓRICO-METODOLÓGICOS PARA A ANÁLISE DA DEGRADAÇÃO DO TRABALHO NO CONTEXTO DA PRODUÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA NA AMAZÔNIA

José Alves, Antonio Thomaz Júnior

Resumo


O Brasil se insere na temporalidade da crise estrutural do capital neste início de século XXI, vivenciando um processo intenso de reorganização do capitalismo nacional, denominado de “Novo Desenvolvimentismo”. Dentre as estratégias do Estado há a retomada do planejamento nos governos de Luiz Inácio Lula da Silva e de Dilma Rousseff, sendo o PAC o programa articulador, como no caso da política de infraestrutura energética. É nessa conjuntura que a Amazônia se reinsere como a nova fronteira hidroenergética a partir da mercantilização da natureza (corpos hídricos) em territórios do hidronegócio-energético, como as Usinas Hidrelétricas de Jirau e Santo Antônio, no Complexo Hidrelétrico Madeira (RO). Tal tema é abordado no artigo, que apresenta reflexões e apontamentos teórico-metodológicos para a análise da degradação e superexploração do trabalho na indústria de produção de energia elétrica na Amazônia. 


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.33026/peg.v16i1.3366

A Pegada está indexada em:

LATINDEX - http://www.latindex.unam.mx/

Sumarios.org - http://sumarios.org/

Scientific Indexing Services (SIS) - http://sindexs.org/

GEODADOS - http://geodados.pg.utfpr.edu.br/

Capes Periódicos - http://www.periodicos.capes.gov.br/

Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico (REDIB) - https://www.redib.org/

Directory of Open Acess Journals (DOAJ) - http://doaj.org/

EBSCO - https://www.ebsco.com/

ISSN: 1676-3025