OS IMPACTOS TERRITORIAIS DA MONOCULTURA DA CANA-DE-AÇÚCAR NO PONTAL DO PARANAPANEMA-SP

Maria Joseli Barreto, Antonio Thomaz Junior

Resumo


Historicamente marcado por violentos conflitos e disputas em torno da propriedade da terra o Pontal do Paranapanema, localizado no Oeste Paulista, recebeu suas primeiras lavouras de cana-de-açúcar no início da década de 1970, quando emergia no Brasil o Programa Nacional do Álcool. Mas, foi a partir do ano de 2005, que a cultura canavieira tornou-se expressiva na região, juntamente com a implantação de novas unidades agroprocessadoras, vinculadas a grandes grupos empresariais de capital nacional e internacional. Nesse contexto, o presente artigo tem como objetivo apresentar apontamentos e reflexões sobre as estratégias que o capital canavieiro tem utilizado para implantar-se e expandir-se pela região em estudo. Além disso, buscamos analisar os impactos (positivos e negativos), que essa expansão tem trazido para a região, especialmente, aqueles onde estão implantados as agroindústrias canavieiras e seus respectivos canaviais e mão de obra.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.33026/peg.v13i2.2011

A Pegada está indexada em:

LATINDEX - http://www.latindex.unam.mx/

Sumarios.org - http://sumarios.org/

Scientific Indexing Services (SIS) - http://sindexs.org/

GEODADOS - http://geodados.pg.utfpr.edu.br/

Capes Periódicos - http://www.periodicos.capes.gov.br/

Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico (REDIB) - https://www.redib.org/

Directory of Open Acess Journals (DOAJ) - http://doaj.org/

EBSCO - https://www.ebsco.com/

ISSN: 1676-3025