A LUTA PELA TERRA E PELA EDUCAÇÃO NO ASSENTAMENTO RURAL DO MST ZUMBI DOS PALMARES E NO ACAMPAMENTO PEQUENA VANESSA, MARI, PARAÍBA

Mara Edilara Batista de Oliveira, María Franco García

Resumo


O objetivo deste trabalho é analisar a proposta educativa do MST e a sua relação com a formação territorial do Assentamento Zumbi dos Palmares, localizado no município de Mari na região da Mata Paraibana. Nosso ponto de partida foi a escola, porém algumas questões prévias nos pareceram importantes como: contextualizar histórica e espacialmente os movimentos sociais no campo, com ênfase no MST; a proposta educativa do paradigma da Educação do Campo e; as leis e diretrizes operacionais que crescem juntamente com essa proposta. A Escola Zumbi dos Palmares, do assentamento estudado, vem tentando contribuir na formação do aluno trabalhador do/no campo. Desde a luta pela sua construção até os desafios assumidos para a implementação de uma educação voltada para a realidade dos seus alunos. O ensino de geografia nesta escola pode contribuir com o fortalecimento de uma educação propositiva, afincada no paradigma de uma educação do/no campo.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.33026/peg.v10i1.1688

A Pegada está indexada em:

LATINDEX - http://www.latindex.unam.mx/

Sumarios.org - http://sumarios.org/

Scientific Indexing Services (SIS) - http://sindexs.org/

GEODADOS - http://geodados.pg.utfpr.edu.br/

Capes Periódicos - http://www.periodicos.capes.gov.br/

Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico (REDIB) - https://www.redib.org/

Directory of Open Acess Journals (DOAJ) - http://doaj.org/

EBSCO - https://www.ebsco.com/

ISSN: 1676-3025