Brasiguaios na fronteira: luta pela terra, violência e precarização do trabalho no campo e na cidade

Carlos Alberto Ferrari

Resumo


Esse trabalho tem por finalidade chamar atenção da sociedade brasileira e, especialmente das autoridades constituídas sobre a questão dos brasiguaios na fronteira Oeste paranaense, brasiguaios esses que estão sendo eliminados do mercado de trabalho no Paraguai e, retornam para o Brasil em busca de melhores condições de vida. Ocorre que, sem formação adequada para o mercado de trabalho no meio urbano, esses brasiguaios engrossam os bolsões de miséria nas periferias de cidades como Foz do Iguaçu e Cascavel, além de outras de menor porte no Oeste do Estado do  Paraná, engrossam, da mesma forma, os acampamentos do MST ao longo das rodovias brasileiras, gerando problemas sociais que perpassam a capacidade das prefeituras dessas localidades. Portanto, o ensaio é que os Governos Federal e Estadual dêem uma solução, senão definitiva, mas, que amenize as dificuldades que surgem diariamente com esse grave problema social que se instalou na fronteira.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.33026/peg.v8i2.1646

A Pegada está indexada em:

LATINDEX - http://www.latindex.unam.mx/

Sumarios.org - http://sumarios.org/

Scientific Indexing Services (SIS) - http://sindexs.org/

GEODADOS - http://geodados.pg.utfpr.edu.br/

Capes Periódicos - http://www.periodicos.capes.gov.br/

Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico (REDIB) - https://www.redib.org/

Directory of Open Acess Journals (DOAJ) - http://doaj.org/

EBSCO - https://www.ebsco.com/

ISSN: 1676-3025