A Face e a Máscara: a barbárie da civilização burguesa

Marildo Menegat

Resumo


O autor apresenta como hipótese interpretativa que a sociedade contemporânea mundial - o que ele chama de civilização burguesa plenamente realizada - imerge em níveis crescentes de barbárie. A barbárie não é um adjetivo para caracterizar certos fatos, mas a própria substancialidade desta forma social que apenas pode continuar existindo ao ampliar o seu estado de destruição. A barbárie é imanente à civilização burguesa.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.33026/peg.v8i2.1638

A Pegada está indexada em:

LATINDEX - http://www.latindex.unam.mx/

Sumarios.org - http://sumarios.org/

Scientific Indexing Services (SIS) - http://sindexs.org/

GEODADOS - http://geodados.pg.utfpr.edu.br/

Capes Periódicos - http://www.periodicos.capes.gov.br/

Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico (REDIB) - https://www.redib.org/

Directory of Open Acess Journals (DOAJ) - http://doaj.org/

EBSCO - https://www.ebsco.com/

ISSN: 1676-3025