CHIAPAS: A DÉCIMA TERCEIRA ESTELA

Subcomandante Marcos

Resumo


Madrugada nas montanhas dosudeste mexicano.Vagarosamente, com ummovimento lento, porém constante, a lua deixaque o escuro lençol da noite resvale pelo corpoe mostra enfim a fluida nudez de sua luz.Estende-se então ao longo do céu com o desejode olhar e ser olhada, ou seja, de tocar e sertocada. Se a luz produz algo é sublinhar o seuoposto, de tal forma que, aqui em baixo, umasombra oferece uma mão à nuvem enquantomurmura: “Venha comigo, olhe com o seucoração o que os meus olhos lhe mostram,caminhe com seus passos e sonhe em meusbraços. Lá em cima, as estrelas formam umcaracol tendo a lua como origem e destino. Olhe e ouça. Esta é uma terra digna e rebelde.Os homens e mulheres que nela vivem sãocomo muitos homens e mulheres do mundo.Caminhemos, então, para vê-los e ouvi-losagora, quando o tempo titubeia entre a noite eo dia, quando a madrugada é rainha e senhoranestes solos.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.33026/peg.v5i1%20e%202.1284

A Pegada está indexada em:

LATINDEX - http://www.latindex.unam.mx/

Sumarios.org - http://sumarios.org/

Scientific Indexing Services (SIS) - http://sindexs.org/

GEODADOS - http://geodados.pg.utfpr.edu.br/

Capes Periódicos - http://www.periodicos.capes.gov.br/

Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico (REDIB) - https://www.redib.org/

Directory of Open Acess Journals (DOAJ) - http://doaj.org/

EBSCO - https://www.ebsco.com/

ISSN: 1676-3025