CAMPESINATO E CAPITAL NO PONTAL DO PARANAPANEMA: CONFLITOS E PERSPECTIVAS

Munir Jorge Felício

Resumo


Esse estudo almeja discutir as relações entre o campesinato e o capital a partir das análises dos pesquisadores de diversas áreas sobre as relações sociais na Região do Pontal do Paranapanema. Defrontar as análises por meio do debate paradigmático entre dois paradigmas – o da questão agrária e o do capitalismo agrário – pode ampliar a compreensão da questão agrária desenvolvida historicamente nessa região A conflitualidade presente nessa região demonstra o embate entre o capital e o campesinato, em que o capital lança suas forças visando desenvolver a territorialidade para a sua dominação e o campesinato tentar impor limites freando esse avanço ao erguer suas barreiras com ocupações de terra e diversas manifestações. O método dialético e a luta de classes são imprescindíveis para o estudo da questão agrária como questão estrutural no capitalismo.


Palavras-chave


Questão agrária; campesinato; debate paradigmático; políticas públicas

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.33026/peg.v13i1.1057

A Pegada está indexada em:

LATINDEX - http://www.latindex.unam.mx/

Sumarios.org - http://sumarios.org/

Scientific Indexing Services (SIS) - http://sindexs.org/

GEODADOS - http://geodados.pg.utfpr.edu.br/

Capes Periódicos - http://www.periodicos.capes.gov.br/

Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico (REDIB) - https://www.redib.org/

Directory of Open Acess Journals (DOAJ) - http://doaj.org/

EBSCO - https://www.ebsco.com/

ISSN: 1676-3025