Cidades médias, fluxos aéreos: o papel regional de Montes Claros/MG

Iara Soares de França, Maria Ivete Soares de Almeida, Francielle Gonçalves Silva

Resumo


As cidades médias são espaços diferenciados no sistema urbano brasileiro em virtude do seu número de habitantes, dinamismo econômico e também por concentrar grande quantidade de equipamentos urbanos e serviços médicos, educacionais, entre outros, que atraem, sobretudo, uma população regional. No Norte de Minas Gerais tem-se Montes Claros com suas características demográficas, econômicas e estruturais agregando ao seu redor e sob sua influência vários núcleos urbanos com fluxos materiais e imateriais diversos: trabalho, estudos, capitais, bens, serviços, mercadorias, transportes, consumo, negócios e lazer.  Neste contexto, este artigo analisa o papel regional de Montes Claros a partir dos fluxos de pessoas dos municípios da região Norte de Minas que utilizam o transporte aéreo em direção aos diversos destinos em Minas Gerais e Brasil. Nessa perspectiva, é importante contextualizar Montes Claros como uma cidade média com o poder de comando sobre um conjunto de cidades por meio de funções complexas e diversificadas que exerce. Montes Claros cresce e se desenvolve, exercendo forte centralidade nos setores socioeconômico, político, estrutural e cultural, consolidando- se como cidade média regional.


Palavras-chave


Montes Claros; Cidades Médias; Fluxo Aéreo, Região.

Texto completo:

PDF


Caderno Prudentino de Geografia - ISSN: 2176-5774

 

Associação dos Geógrafos Brasileiros - Seção Local Presidente Prudente/SP

Rua Roberto Simonsen, 305, Centro Educacional, CEP: 19.060-900, Presidente Prudente, São Paulo.