TRABALHO DE CAMPO E EDUCAÇÃO AMBIENTAL: O CASO DO CÓRREGO DO GAMBÁ-CUIBÁ-MT

Silvia Fernanda Cantóia

Resumo


O crescimento de áreas urbanas tem sido um dos impactos que geram problemáticas socioeconômicas e ambientais. Dessa maneira, há um movimento dialético no que confere o termo impacto, pois, este pode ser entendido como um processo, movimento, desencadeando relações complexas entre sociedade e natureza. Nesse cenário salienta-se que o crescimento urbano não acompanha infraestrutura necessária para que haja equidade na relações, e por falta de planejamento ambiental e urbano, assim como políticas públicas para tal reordenamento do e no espaço o resultado são desigualdades sociais, políticas, econômicas e culturais. Tendo em vista o que foi discutido, apresentaremos uma prática realizada com alunos de três curso de graduação da UFMT- Campus Cuiabá, que resultou em um trabalho de campo tendo como objeto de estudo o Córrego do Gambá, afluente do Rio Cuiabá . A escolha deste córrego deu-se por estar totalmente degradado, por receber diversos tipos de resíduos sólidos e líquidos em seu trajeto além de ter sua área de preservação permanente toda ocupada. No trabalho de campo, ficou evidente a falta de reorganização do espaço Cuiabano tendo em vista a integração entre os meios físicos e sociais, além disso, no decorrer dos debates realizados com os alunos ficou evidenciado que os mesmos não conheciam ou simplesmente não haviam notado o Córrego da forma como foi analisado. Dessa maneira, fica evidente a necessidade de ações conjuntas de diversos órgãos e entidades para que seja debatido amplamente o quadro de degradação do Córrego do Gambá, além de ser realizados ações de sensibilização com os moradores que vivem entorno do Córrego, além de obras para sua revitalização tendo em vista a necessidade de reorganização do espaço urbano de Cuiabá.


Palavras-chave


Córrego do Gambá; Trabalho de Campo; Geografia; Interdisciplinaridade.

Texto completo:

PDF


Caderno Prudentino de Geografia - ISSN: 2176-5774

 

Associação dos Geógrafos Brasileiros - Seção Local Presidente Prudente/SP

Rua Roberto Simonsen, 305, Centro Educacional, CEP: 19.060-900, Presidente Prudente, São Paulo.