EXPANSÃO URBANA PARA ÁREAS DE RISCO DE INUNDAÇÃO E DE MOVIMENTO DE MASSA: O ESTUDO NO MUNICÍPIO DE SÃO JOÃO DEL-REI – MG

Évelyn Márcia Pôssa, Silvia Elena Ventorini

Resumo


A partir da década de 1960 o Brasil assistiu a um rápido processo de crescimento urbano, no qual muitas vertentes e canais fluviais foram modificados e ocupados pelo homem de modo desordenado. Impactos sobre canais fluviais e vertentes são os que mais geraram consequências negativas de ordem socioambiental no Estado de Minas Gerais - Brasil entre o período de 1991 a 2010. O município de São João Del-Rei, situado no centro-sul do referido Estado, é um exemplo dessa realidade: no período de 2001 a 2012 o município registrou nove ocorrências de desastres naturais. Nesse contexto, este artigo apresenta resultados do mapeamento de áreas vulneráveis a movimento de massa e enchentes nas Bacias do Ribeirão Água-Limpa e do Córrego do Júlio localizadas em São João Del-Rei. A pesquisa teve como fundamentação a Teoria Geral dos Sistemas. No processo de expansão urbana houve ocupação de margens de rios e planícies de inundação, impermeabilização de vertentes e devastação da mata ciliar. Além disso, a cidade de São João Del-Rei possui precária infraestrutura de drenagem urbana, fatos que explicam 60% dos desastres ocorridos na cidade serem por inundação.

Palavras-chave


Relação sociedade-natureza

Texto completo:

PDF


Caderno Prudentino de Geografia - ISSN: 2176-5774

 

Associação dos Geógrafos Brasileiros - Seção Local Presidente Prudente/SP

Rua Roberto Simonsen, 305, Centro Educacional, CEP: 19.060-900, Presidente Prudente, São Paulo.