image/svg+xmlNuances Est. Sobre Educ., Presidente Prudente, v. 33, n. 00, e022022, 2022. e-ISSN: 2236-0441 DOI: https://doi.org/10.32930/nuances.v33i00.9623 1 INDICADORES PARA AVALIAÇÃO DO DESENVOLVIMENTO DA ATIVIDADE INOVADORA DE UMA UNIVERSIDADE COMO FATOR DE COMPETITIVIDADE NO MERCADO NACIONAL E INTERNACIONAL INDICADORES PARA EVALUAR EL DESARROLLO DE LA ACTIVIDAD INNOVADORA DE UNA UNIVERSIDAD COMO FACTOR DE SU COMPETITIVIDAD EN LOS MERCADOS NACIONALES E INTERNACIONALES INDICATORS FOR ASSESSMENT OF THE DEVELOPMENT OF A UNIVERSITY’S INNOVATIVE ACTIVITY AS A FACTOR IN ITS COMPETITIVENESS IN THE NATIONAL AND INTERNATIONAL MARKETS Polina EFREMOVA1Irina ROMANOVA2Viktor BELKIN3Lyudmila VASILYEVA4RESUMO: O principal objetivo do artigo é revelar a natureza e o grau de influência de vários indicadores que definem o nível de desenvolvimento da atividade inovadora de uma universidade. O artigo apresenta uma abordagem sob a qual a atividade inovadora de uma universidade é definida pelas principais direções de desenvolvimento: pesquisa científica, educacional e administrativa. Os autores também defendem a necessidade de avaliar não apenas os resultados da atividade inovativa de uma universidade, mas também o processo de criação de produtos e serviços inovadores e o potencial de inovação. Como resultado da pesquisa realizada, os autores concluem que alguns elementos da atividade inovativa de uma universidade a afetam mais do que o previsto, principalmente os elementos das inovações administrativas, o estágio “processo” da atividade inovativa e a interação com os parceiros.PALAVRAS-CHAVE: Avaliação de inovações educacionais. Inovação em gestão. Inovações não tecnológicas.RESUMEN: El objetivo principal del trabajo es revelar la naturaleza y el grado de influencia de varios indicadores que definen el nivel de desarrollo de la actividad innovadora de una universidad. El artículo presenta un enfoque bajo el cual la actividad innovadora de una universidad se define por las direcciones clave del desarrollo: investigación científica, educativa y administrativa. Los autores también defienden la necesidad de evaluar no solo los 1Universidade Federal do Extremo Oriente, Vladivostok – Rússia. Doutor, Professor Associado. ORCID: https://orcid.org/0000-0002-4446-0282. E-mail: efremova.pv@dvfu.ru 2Universidade Federal do Extremo Oriente, Vladivostok – Rússia. Doutor de Ciências, Professor. ORCID: https://orcid.org/0000-0002-8258-9220. E-mail: Romanova.im@dvfu.ru 3Universidade Federal do Extremo Oriente, Vladivostok – Rússia. Doutor de Ciências, Professor. ORCID: https://orcid.org/0000-0003-4919-1840. E-mail: belkin.vg@dvfu.ru 4Universidade Federal do Extremo Oriente, Vladivostok – Rússia. Doutor de Ciências, Professor. ORCID: https://orcid.org/0000-0003-0735-6707. E-mail: milav12@mail.ru
image/svg+xmlNuances Est. Sobre Educ., Presidente Prudente, v. 33, n. 00, e022022, 2022. e-ISSN: 2236-0441 DOI: https://doi.org/10.32930/nuances.v33i00.9623 2 resultados de la actividad innovadora de una universidad, sino también el proceso de creación de productos y servicios innovadores y el potencial de innovación. Como resultado de la investigación realizada, los autores concluyen que algunos elementos de la actividad innovadora de una universidad la afectan en mayor medida de lo previsto, en particular los elementos de las innovaciones administrativas, la etapa de "proceso" de la actividad innovadora y la interacción con los socios.PALABRAS CLAVE: Evaluación de las innovaciones educativas. Gestión de la innovación. Innovaciones no tecnológicas.ABSTRACT: The main aim of the paper is to reveal the nature and degree of influence of various indicators defining the level of development of a university’s innovative activity. The paper presents an approach under which a university's innovative activity is defined by the key directions of development: scientific research, educational, and administrative. The authors also argue for the need to evaluate not only the results of a university's innovative activity but also the process of creation of innovative products and services and innovation potential. As a result of the conducted research, the authors conclude that some elements of a university's innovative activity affect it to a greater extent than anticipated, particularly the elements of administrative innovations, the “process” stage of innovative activity, and interaction with partners. KEYWORDS:Assessment of educational innovations. Management innovation. Non-technological innovations. Introdução O alto ritmo de transformação das universidades de hoje, que moldam um novo cenário de educação e ciência, requer uma avaliação mais adequada do nível de sua atividade inovadora como o principal fator na competitividade das universidades nos mercados de serviços educacionais, trabalho e produtos e serviços inovadores. Observa-se o chamado efeito retardado, no qual os resultados da transformação da pesquisa ou do processo educacional na universidade não podem ser avaliados imediatamente, o que implica a necessidade de avaliar não apenas os resultados finais da inovação, mas também o processo de inovação e o potencial de inovação (EFREMOVA, 2018; EFREMOVA; ROMANOVA, 2016). O referencial teórico do estudo é formado pelas seguintes teorias e conceitos, que são tipicamente considerados separadamente no estudo da atividade inovadora das universidades: a teoria da "inovação disruptiva", que sugere que a principal condição da "sobrevivência" das universidades é a sua adaptação através de novos formatos de prestação de serviços educacionais e outros, o uso de novos modelos de negócios e o aprimoramento de
image/svg+xmlNuances Est. Sobre Educ., Presidente Prudente, v. 33, n. 00, e022022, 2022. e-ISSN: 2236-0441 DOI: https://doi.org/10.32930/nuances.v33i00.9623 3 parcerias, que é a única maneira de as universidades alcançarem o máximo benefício para a sociedade (CHRISTENSEN 2011) a teoria da "tripla hélice", segundo a qual a atividade inovadora de uma universidade se resume à pesquisa científica e à mediação entre as empresas e o Estado (comercialização de tecnologia) (ETZKOWITZ; LEYDESDORFF, 1995); ●o conceito de "aprendizagem ao longo da vida", ou "educação continuada" (EC), cujo espírito esteve no ar durante toda a duração da existência e desenvolvimento da sociedade humana (Relatório Final do Estudo Delphi, s.d.); o conceito de "inovações de gestão", cujos proponentes apontam para o valor subestimado desse tipo de inovações, e os seguidores mais radicais sugerem o potencial em breve a substituição do paradigma baseado na inovação tecnológica por aquele com a inovação administrativa em seu núcleo, criando as condições para inovações tecnológicas, de produtos e outras (KRASNICKA; GLOD; WRONKA-POSPIECH, 2016; MOTHE; THI, 2010; VÓLBERDA; VAN DEN BOSCH; HEIJ, 2013); a teoria da evolução do processo de inovação proposta por R. Rothwell (1994) e desenvolvida por outros pesquisadores (BARBIERI; ALVARES, 2016) enfatiza a importância de avaliar não apenas os recursos gastos (renda) e os resultados obtidos na atividade inovadora (resultado), mas o próprio processo (processo) do modelo 5-6G. Aplicados às universidades, os modelos 5G e 6G pressupõem uma interação mais ampla com parceiros externos, bem como o estabelecimento de equipes multidisciplinares dentro dos subsistemas e a intensificação das ligações entre os subsistemas e as principais direções das atividades da universidade, a natureza paralela dos processos inovadores e o desenvolvimento de um ecossistema de informação. A partir disso, conclui-se que a atividade inovadora de uma universidade deve ser considerada no contexto das principais direções da atividade da instituição: pesquisa científica, educacional e administrativa (Fig. 1).
image/svg+xmlNuances Est. Sobre Educ., Presidente Prudente, v. 33, n. 00, e022022, 2022. e-ISSN: 2236-0441 DOI: https://doi.org/10.32930/nuances.v33i00.9623 4 Figura 1 – Justificação teórica da escolha dos principais rumos da atividade inovadora de uma universidade Fonte: Elaborado pelos autores Métodos O objetivo do estudoé determinar a força e a natureza da influência de elementos particulares da atividade inovadora de uma universidade no nível de desenvolvimento dessa atividade como o fator-chave na competitividade da universidade a nível nacional e internacional. Declaração do problema: O problema que precisa ser explorado é a necessidade de determinar os indicadores que afetam o nível de desenvolvimento da atividade inovadora de uma universidade. O problema que requer uma solução é aumentar o nível de desenvolvimento da atividade inovadora de uma universidade (o fator-chave em sua competitividade nos níveis nacional e internacional), equilibrando as principais direções da atividade inovadora: pesquisa científica, educacional e administrativa. De acordo com o objetivo de pesquisa delineado, os objetivos do estudo incluem: determinar os indicadores que afetam o nível de desenvolvimento da atividade inovadora da universidade nas direções de pesquisa científica, educacional e administrativa; agregar indicadores por grupos agregados, tendo em conta o modelo "processo-rendimento-resultado"; avaliar o grau e a natureza da influência mútua dos elementos específicos da atividade inovadora da universidade (indicadores e grupos agregados de indicadores (IAG)) uns sobre os outros e sobre as atividades de pesquisa científica, educacional e administrativa em geral. Quadro teórico da atividade de inovação da universidadeEducação permanenteInovação disruptivaInovação na gestão Modelo 5GHélice triplaPrincipais direções da atividade de inovação da universidadeEducativoCientífica (investigação)Administrativo
image/svg+xmlNuances Est. Sobre Educ., Presidente Prudente, v. 33, n. 00, e022022, 2022. e-ISSN: 2236-0441 DOI: https://doi.org/10.32930/nuances.v33i00.9623 5 Partindo do referencial teórico delineado e do estudo empírico precedente (EFREMOVA, 2019; EFREMOVA; ROMANOVA, 2020a; 2020b), as principais hipóteses de pesquisa são formuladas da seguinte forma: Н1: o nível de desenvolvimento da atividade inovadora da universidade depende do nível de desenvolvimento da atividade inovadora por suas principais direções: pesquisa científica, educacional e administrativa, mas não no mesmo grau. 2: a atividade de inovação administrativa exerce uma influência considerável na investigação científica e nas atividades inovadoras no domínio da educação, bem como no nível global de desenvolvimento da atividade inovadora. Н3: o nível de desenvolvimento da parceria exerce uma influência considerável no nível de organização do processo de criação de produtos inovadores na universidade e nos resultados da atividade inovadora. Métodos de pesquisa: pesquisa documental e de campo utilizando métodos qualitativos (análise de conteúdo, pesquisa de especialistas) e quantitativos (survey). O estudo foi realizado em quatro etapas: estudo documental: análise de conteúdo, formulação de requisitos para o sistema modelo de indicadores, critérios e lista de indicadores; estudo de campo: avaliação pericial do grau de significância dos indicadores propostos, formação da lista final, agregação dos indicadores em grupos agregados; Estudo de campo: um inquérito aos funcionários e estudantes da universidade ativos em inovação, a fim de avaliar o nível de desenvolvimento da atividade de inovação. processamento e interpretação dos dados obtidos. O estudo foi realizado na Universidade Federal do Extremo Oriente em 2019.O estudo foi realizado na Universidade Federal do Extremo Oriente em 2019. Os instrumentos de pesquisa empregados incluem: Questionário de avaliação de especialistas. Os especialistas foram convidados a determinar o grau de importância de cada indicador em uma escala de dez pontos (onde 1 – absolutamente não importante, 10 – muito importante), a fim de avaliar o nível de atividade de inovação da universidade (o valor limite é de 5,5). O grupo de peritos (10 peritos) era composto por especialistas russos e estrangeiros no domínio da gestão da inovação universitária (EFREMOVA, 2019); Questionário de pesquisa quantitativa. O tamanho da amostra foi de 384 pessoas, com um intervalo de confiança de 5%, o que é aceitável para um estudo na área de ciências
image/svg+xmlNuances Est. Sobre Educ., Presidente Prudente, v. 33, n. 00, e022022, 2022. e-ISSN: 2236-0441 DOI: https://doi.org/10.32930/nuances.v33i00.9623 6 sociais, e uma probabilidade de confiança de 95%. Para garantir a representatividade da amostra, utilizou-se o método de cotas (amostragem não aleatória de cotas) de acordo com a estrutura organizacional e numérica existente da universidade selecionada (EFREMOVA; ROMANOVA, 2020a;2020b). A pesquisa foi realizada entre indivíduos ativos em inovação do grupo geral de funcionários e estudantes da universidade que passaram no procedimento de autoavaliação do nível de envolvimento em atividades inovadoras. Utilizou-se o modelo de avaliação da correspondência de desenvolvimento da atividade inovadora de uma universidade ao "ponto ideal" – expectativas das principais partes interessadas. Os entrevistados foram convidados a classificar cada indicador com base em sua ideia de seu estado perfeito, bem como em termos de sua correspondência com o ponto ideal escolhido. A avaliação foi realizada em uma escala de sete pontos, onde 7 é a maior avaliação do indicador e 1 é a menor (o valor limiar é 4). Além disso, foi interessante a avaliação dos entrevistados sobre o estado atual da atividade inovadora na universidade considerada em geral. A análise dos dados foi realizada utilizando-se o processador de planilhas eletrônicas Microsoft Excel. As matrizes de correlação do par de Pearson foram construídas com base nos dados obtidos do levantamento quantitativo. Resultados Para criar o modelo de sistema para a avaliação do desenvolvimento da atividade inovadora da universidade, são introduzidos os seguintes requisitos para esta atividade: a cobertura das principais atividades da universidade pelas atividades inovadoras da universidade nos três planos (pesquisa, educacional, administrativo) que contabilizam a dinâmica no desenvolvimento da atividade inovadora com base nos indicadores de potencial de inovação (renda), atividade inovadora (processo) e os resultados da atividade inovadora (resultado). Com base na análise de conteúdo da literatura científica, nos principais rankings universitários russos e globais e nos rankings nacionais e globais de atividades de inovação, formou-se a lista de indicadores da atividade inovadora de uma universidade (Tabela 1). Um total de 59 indicadores são propostos para caracterizar o potencial de inovação (renda; o código começa com 1), a atividade inovadora (processo; o código começa com 2) e os resultados da atividade inovadora (resultado; o código começa com 3) da universidade. Destes, por cada direção: 27 indicadores de atividades de pesquisa científica (Código S); 23 indicadores de atividades educativas inovadoras (Código E); 9 indicadores da atividade de inovação
image/svg+xmlNuances Est. Sobre Educ., Presidente Prudente, v. 33, n. 00, e022022, 2022. e-ISSN: 2236-0441 DOI: https://doi.org/10.32930/nuances.v33i00.9623 7 administrativa da universidade (Código A). A importância de cada indicador foi avaliada na pesquisa de especialistas em uma escala de dez pontos. Quadro 1 – Indicadores de avaliação do nível de desenvolvimento da atividade inovadora universitária AGINãoIndicadorCódigoF1 1O desenvolvimento de atividades inovadoras e empreendedoras está consagrado na missão e estratégia da universidadeS1,12Desenvolvimento de atividades educacionais inovadoras, incluindo a implementação dos princípios da CE estão consagrados na missão e estratégia da universidadeE1,13Existência de um processo de garantia de qualidade para o processo CEE1,84Uso da organização universitária -forma econômica -uma instituição autônomaА1.15Presença de procedimentos para análise e otimização de processos administrativos na universidadeА2.36A política universitária permite combinar o trabalho dos funcionários e estudantes da universidade com atividades inovadoras e empreendedoras, trabalho nos negóciosS1,8 F2. 7Peso específico do número de (SPP) sem diploma até 30 anos, candidatos de ciências – até 35 anos, doutores em ciências – até 40 anos, no número total de NDPs no ano de referência, %S1,28Percentagem de pessoal académico empregado num ambiente não académico (emprego principal ou a tempo parcial), %E1.29Sistema de motivação na universidade promove comportamento inovador dos colaboradores e aumenta a produtividadeS1,310Percentagem do pessoal administrativo universitário envolvido no desenvolvimento da inovação e das atividades empresariais no número total de pessoal administrativoА1.2F3. 11Volume de renda de P&D por um trabalhador científico e pedagógico, mil rublosS1,412Parte dos fundos no orçamento para o desenvolvimento de inovações nas atividades educativas, %E1,3F4. 13Participação de P&D realizada por conta própria (sem o envolvimento de co-executores) na renda total da organização educacional de P&DS1,514Disponibilidade e qualidade da biblioteca eletrônica da universidadeE1,415Número de computadores com acesso à Internet por aluno/Número de salas de aula equipadas com ITT por 1 grupo de estudoE1,516Número de centros universitários no campo da engenhariaS1,617Introdução de sistemas de TI que suportam os processos de tomada de decisão de gestão nos últimos 5 anosА2.218Implementação de sistemas de TI e outras ferramentas ou métodos de comunicação para coletar informações e conhecimentos e compartilhá-los com os funcionários (por exemplo, Intranet, bases de conhecimento) nos últimos 5 anosА2.3F5. 19Número de empresas com as quais a universidade tem um acordo sobre o estabelecimento de departamentos básicosE1,620Número de empresas com as quais foi assinado um acordo de cooperação no domínio da atividade educativa (para a formação orientada de especialistas)E1,721Número de laboratórios conjuntos estabelecidos/instalações de infraestruturas de inovaçãoS1,722Número de publicações conjuntas com coautores do meio não acadêmico em publicações indexadas na prioridade para a organização de sistemas de informação e analíticos de citação científica (RISC, Scopus, Web of Science)S2,523Número de acordos de patrocínio de P&D, contratos e projetos conjuntos com parceiros não acadêmicosS2,724Número de contratos de serviços de consultoriaS2,8F6. 25Parte do financiamento de I&D proveniente de fontes extraorçamentáriosS2,126Número de contratos de P&D sob os quais a universidade atraiu financiamento de fontes extraorçamentáriasS2,2
image/svg+xmlNuances Est. Sobre Educ., Presidente Prudente, v. 33, n. 00, e022022, 2022. e-ISSN: 2236-0441 DOI: https://doi.org/10.32930/nuances.v33i00.9623 8 27Número de APPE, treinamentos que receberam financiamento externo no total de programas implementados na APPE, treinamentosE2.128Número de bolsas recebidas para o ano de referência por 100 professoresS2,1029Número de projetos de desenvolvimento de infraestrutura universitária que receberam financiamento externo por 100 funcionáriosА2.3F7. 30Número médio anual de itens de propriedade intelectual no saldo da universidadeS2,331Número médio anual de participantes em programas universitários destinados a desenvolver o empreendedorismoS2,932Parcela de pessoal de pesquisa e ensino, estudantes de pós-graduação e estudantes de graduação envolvidos em associações criativas e projetos inovadores no ano do relatório no número total de estudantes pesquisadores, estudantes de pós-graduação e estudantes de graduaçãoS2,433Número médio anual de pequenas empresas inovadoras em funcionamento (sociedades empresariais) estabelecidas na universidade desde 2009S2,634Número médio anual de equipes residentes de incubadoras de empresas e parques tecnológicos da universidade por 100 membros do corpo docenteS2,11F8. 35Número de programas educacionais implementados no ano do relatório, orientação inovação-empreendedorismoE2,236Número de publicações da organização indexadas nos sistemas prioritários de informação e análise de citação científica (Scopus, Web of Science, RISC)E2,937Número de publicações de citação da organização indexadas nos sistemas prioritários de informação e análise de citação científica (Scopus, Web of Science, RISC)E2,1038Número de programas da APPE, treinamentos implementados no ano de referência, inclusive especialmente ordenados, condizentes com os princípios da EC e utilizando novas tecnologias da informação no número total de tais programasE2,339Número de programas internacionais de CE implementados no ano de referênciaE2,440Número de MOOCs desenvolvidos pelo pessoal da universidade implementados no ano de referênciaE2,541Participação de cursos (disciplinas) inovadores para uma determinada universidade implementados no ano de referência no número total de disciplinas implementadasE2,642Número de programas internacionais de CE implementados no ano de referênciaE2,743Número de programas criados em cooperação com empresas públicas ou privadas, incluindo programas de desenvolvimento profissional implementados no ano de referência por 1000 alunosE2,8F9. 44Participação dos fundos recebidos pela universidade a partir do uso dos resultados da atividade intelectual na renda total de uma organização educacional, %S3.145Montante dos fundos recebidos através da utilização dos resultados da atividade intelectual no ano de referência por 100 funcionáriosS3,246Montante dos fundos recebidos pela universidade do SIE no ano de referência (em média)S3,347Número médio anual de pequenas empresas inovadoras em funcionamento (sociedades empresariais) estabelecidas na universidade desde 2009S3,448Receitas provenientes de programas da APPE, formações implementadas no ano de referência, incluindo encomendas especiais (ativas este ano), correspondentes aos princípios da CE e utilizando novas tecnologias de informação no rendimento total da implementação de todos os programas educativosE3.149Número de prémios no domínio da inovação atribuídos pelas empresas ou pelo setor público, agências, fundosS3,5F10. 50Porcentagem de alunos que concluem programas adicionais de educação profissionalE3.251Número de programas premiados de APPE, treinamentos e MOOCs no ano de relatórioE3.452Número de postos de trabalho nas infraestruturas inovadoras criadas e nas entidades empresariais S3,653Satisfação do aluno com o uso de tecnologias inovadoras de aprendizagem no processo educacionalE3.3 54Nível de satisfação da SPP, pessoal administrativo com as inovações administrativas implementadas no domínio da circulação de documentos, comunicação, etc.А3.155Grau de satisfação dos utilizadores dos serviços de infraestruturas de apoio à investigação e à inovação empresarialS3,7
image/svg+xmlNuances Est. Sobre Educ., Presidente Prudente, v. 33, n. 00, e022022, 2022. e-ISSN: 2236-0441 DOI: https://doi.org/10.32930/nuances.v33i00.9623 9 56Percentagem de patentes recebidas/submetidas a pedidosS3,857Índice de conformidade com a qualidade das decisões de gestão na universidadeА3.258Porcentagem de funcionários universitários que atualizaram suas qualificações nos programas da universidade para treinar pessoal inovador para as necessidades internas da universidade e para apoiar processos de inovação no número total de funcionáriosА3.359Parcela de pessoal orientado para a inovação treinado e avançado para pequenas e médias empresas inovadoras com base nos programas da universidade para o número total de graduadosE3,5Fonte: Elaborado pelos autores Com base nos resultados da pesquisa, testou-se a consistência das opiniões dos especialistas sobre a significância dos indicadores com o coeficiente de variação. Como resultado, as opiniões dos peritos são consideradas coerentes e os indicadores propostos são avaliados como importantes. Além disso, por uma questão de conveniência de cálculos adicionais, os indicadores foram combinados em grupos agregados que caracterizam o nível de desenvolvimento das atividades inovadoras da universidade nos estágios de "renda" – cultura e política de inovação (Ф1), a prontidão do pessoal para a atividade inovadora (Ф2), capacidade de recursos financeiros (Ф3), material e equipamento técnico (Ф4); "processo" – conexões com o ambiente não acadêmico / parcerias (Ф5), capacidade de levantar fundos de forma independente (F6), processo de criação de um produto inovador (Ф7), o processo de criação de um produto educacional inovador (Ф8); "resultado" efeitos econômicos (Ф9), efeitos não econômicos (Ф10) (Fig. 2). Figura 1 – Valores médios da avaliação pericial da importância das IGA do nível de desenvolvimento da atividade inovadora da universidade Fonte: Elaborado pelos autores Os resultados da avaliação pericial apoiam a importância dos indicadores propostos e permitem formular a hipótese H3. As pontuações médias somadas dos indicadores sobre os fatores que afetam o desenvolvimento da atividade de inovação na universidade sugerem que o
image/svg+xml