ENTRE O ECLETISMO E O MODERNISMO: A RACIONALIZAÇÃO DA RESIDÊNCIA BURGUESA EM SÃO PAULO

Rogério Novakoski

Resumo


Este artigo analisa as mudanças nos programas funcionais das residências da burguesia
paulistanaenomododevidadessasociedade,desdeoiníciodoséculoXX,comosurgimento
das mansões neocoloniais racionalizadas, até a década de 40, antes da exposição “Brazil
Builds”, no MoMA (Museu de Arte Moderna), em Nova York, quando poucos projetos
pontuais de residências modernistas eram aceitos pela nova burguesia industrial paulistana e
também por jovens intelectuais defensores do movimento modernista. Esse período de transição
do Ecletismo ao Modernismo trouxe importantes transformações na forma e no programa
funcional da arquitetura residencial burguesa, assim como na maneira de viver, dentro e
fora da casa, influenciada pela cultura norte-americana e imersa nas novidades tecnológicas do
século XX.


Texto completo:

PDF


Acesse nossas mídias sociais: Facebook Revista Tópos

Confira o template da revista em: Template Revista Tópos