A DINÂMICA SOCIETAL E A EXPRESSÃO TERRITORIAL DA COCAMP NO PONTAL DO PARANAPANEMA

Alexandre Domingues Ribas

Resumo


A questão principal que permeia esse ensaio está pautada na análise da gestão político-territorial dosassentamentos rurais no Pontal do Paranapanema a partir da singularidade da COCAMP. Nessesentido, buscamos compreender os desdobramentos territoriais da organização cooperativa a partirda inserção diferenciada dos assentamentos e do dimensionamento político-organizativos doMovimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST) na região. O cooperativismo no âmbitopolítico do MST deve ser compreendido como uma estratégia para a luta política, a partir de umarede escalar, formada pela articulação entre a CONCRAB, as Centrais Cooperativas Estaduais e ascooperativas localizadas nos assentamentos rurais. Os desdobramentos territoriais decorrentes daorganização cooperativa no Pontal do Paranapanema não expressam um conteúdo que qualifiquesignificativamente uma diferencialidade (social, política, cultural, ideológica e organizativa) entreos trabalhadores assentados em sua totalidade (cooperados e não cooperados).

Palavras-chave


trabalho, gestão territorial, cooperativa, trabalho

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.33026/peg.v3i1.809

A Pegada está indexada em:

LATINDEX - http://www.latindex.unam.mx/

Sumarios.org - http://sumarios.org/

Scientific Indexing Services (SIS) - http://sindexs.org/

GEODADOS - http://geodados.pg.utfpr.edu.br/

Capes Periódicos - http://www.periodicos.capes.gov.br/

Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico (REDIB) - https://www.redib.org/

Directory of Open Acess Journals (DOAJ) - http://doaj.org/

EBSCO - https://www.ebsco.com/

ISSN: 1676-3025