TRANSFORMAÇÕES E EXCLUSÃO NAS RELAÇÕES DE TRABALHO NO SETOR SUCROENERGÉTICO BRASILEIRO: O CASO DO GRUPO RAÍZEN

Altacir Bunde, Manoel Calaça

Resumo


Com o uso de processos tecnológicos e de automação, ou seja, por meio de um aparato tecnológico, a partir de uma combinação entre a mecânica, a eletrônica e sistema de informação o grupo econômico Raízen realiza a fusão territorial, padronizando, assim, a exploração da força de trabalho humana, mesmo que geograficamente as usinas pertencentes ao grupo estejam dispersas. Esse modelo vem excluindo milhares de trabalhadores da atividade e impondo sobre os demais uma espécie de chicote eletrônico, elevando, assim, sua exploração e exclusão. Neste sentido, o presente artigo investiga as transformações, exploração e exclusão nas relações de trabalho no setor sucroenergético brasileiro, em especial no grupo Raízen. Em nossa investigação, utilizamos pesquisa teórica, documental e de campo, realizando entrevistas.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.33026/peg.v19i3.5517

A Pegada está indexada em:

LATINDEX - http://www.latindex.unam.mx/

Sumarios.org - http://sumarios.org/

Scientific Indexing Services (SIS) - http://sindexs.org/

GEODADOS - http://geodados.pg.utfpr.edu.br/

Capes Periódicos - http://www.periodicos.capes.gov.br/

Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico (REDIB) - https://www.redib.org/

Directory of Open Acess Journals (DOAJ) - http://doaj.org/

EBSCO - https://www.ebsco.com/

ISSN: 1676-3025