RELAÇÕES DE PODER E DE TRABALHO NA FAZENDA-ROÇA GOIANA

Júlio César Pereira Borges, Alex Tristão de Santana

Resumo


Resumo:

O que se pretende neste artigo é fazer uma análise da relação de poder e trabalho constituinte no mundo sertanejo de Goiás sob a perspectiva da luta de classe na estrutura da Fazenda-roça goiana. Para dar plausibilidade a essa proposta, fizemos uso de um referencial bibliográfico que promove uma discussão da exploração do trabalho no mundo sertanejo goiano. Nessa perspectiva, realizamos também uma pesquisa empírica sobre a materialização dessa relação, utilizando da metodologia da fonte oral.  Em tais termos, recorremos a um estudo que buscou capturar a multidimensionalidade da existência e diversidade laborativa do sertão goiano, tendo como centralidade a categoria trabalho. Chegamos ao resultado de uma realidade violenta, desigual, opressiva e injusta no mundo rural sertanejo, confrontada pela luta e resistência por parte dos trabalhadores da terra.

Palavras-chave: Luta de Classe. Poder. Trabalho. Resistência.


Texto completo:

PDF


A Pegada está indexada em:

LATINDEX - http://www.latindex.unam.mx/

Sumarios.org - http://sumarios.org/

Scientific Indexing Services (SIS) - http://sindexs.org/

GEODADOS - http://geodados.pg.utfpr.edu.br/

Capes Periódicos - http://www.periodicos.capes.gov.br/

e-Revistas - http://www.erevistas.csic.es/

Directory of Open Acess Journals (DOAJ) - http://doaj.org/

ISSN: 1676-3025