DIAGNÓSTICO SOCIOAMBIENTAL DO EXTRATIVISMO MINERAL FAMILIAR (GARIMPO) NA CALHA DO RIO MADEIRA, EM HUMAITÁ, AMAZONAS

Aurelio Diaz Herraiz, Maria de Nazaré Souza da Silva

Resumo


Fatores como o elevado risco, a falta de segurança, a participação de mão de obra vulnerável e pouco qualificada, o uso do mercúrio, a produção de resíduos altamente contaminantes, degradam a imagem da atividade do garimpeiro, atividade economicamente relevante para muitos territórios. Embora esta atividade tenha grande potencial econômico em toda a calha do rio Madeira (Amazonas e Rondônia) às cooperativas existentes não possuem ferramentas para monitorar e avaliar os impactos sociais, econômicos e ambientais. O presente trabalho levanta informações, da realidade socioambiental da atividade no município de Humaitá/AM. Foram aplicados questionários aos garimpeiros e constatada a importância da atividade como fonte de renda estrutural nos sistemas de produção sazonais por esta ser comparativamente uma atividade de rápido retorno. 

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.33026/peg.v16i2.3892

A Pegada está indexada em:

LATINDEX - http://www.latindex.unam.mx/

Sumarios.org - http://sumarios.org/

Scientific Indexing Services (SIS) - http://sindexs.org/

GEODADOS - http://geodados.pg.utfpr.edu.br/

Capes Periódicos - http://www.periodicos.capes.gov.br/

Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico (REDIB) - https://www.redib.org/

Directory of Open Acess Journals (DOAJ) - http://doaj.org/

EBSCO - https://www.ebsco.com/

ISSN: 1676-3025