Estudo dos Limiares Auditivos em Alta Frequência de Trabalhadores do Campo Expostos aos Agrotóxicos

Meire Aparecida Judai

Resumo


Introdução: Nas últimas décadas houve um aumento do consumo de agrotóxico, influenciando no contexto do desenvolvimento regional e piora da qualidade do ar, água entre outros, prejudicando assim o meio ambiente e a saúde da sociedade. Algumas publicações relatam que no Brasil trabalhadores expostos a agrotóxicos do tipo organofosforado, apresentam alta incidência de ototoxidade. Não é conhecida nenhuma pesquisa na região do Pontal do Paranapanema, voltada à questão da audição do trabalhador exposto a agrotóxico, exposição essa que pode desencadear um prejuízo irreversível, se detectado tardiamente. Metodologia/Desenvolvimento: O recorte territorial, compreenderá a região do Pontal do Paranapanema, abrangendo os municípios de Mirante do Paranapanema, Teodoro Sampaio, Euclides da Cunha Marabá Paulista e Rosana. A amostra populacional compreenderá 100 sujeitos, trabalhadores do campo, com faixa etária de 25 a 45 anos, com exposição a agrotóxicos há mais de três anos. A coleta dos dados ocorrerá com a aplicação de avaliação audiológica, compreendendo pesquisa de limiares auditivos por via aérea, via óssea, logoaudiometria e Imitanciometria. Na pesquisa por via aérea serão investigadas as freqüências de 250 a 12KHz, caracterizando estudo de alta frequência, além da aplicação de um questionário com perguntas fechadas. Para a análise dos dados, serão levadas em consideração as seguintes variáveis: tempo de atividade ocupacional, horas diárias trabalhadas, setor de atividade profissional, uso de equipamentos de proteção individual, tipo de agrotóxico utilizado e os efeitos auditivos e não-auditivos.  Ao final da coleta de dados, os trabalhadores receberão orientações sobre conservação auditiva, bem como questões ergonômicas e o uso de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) e a partir desse momento será realizada a análise estatística. Considerações finais: Os dados até o momento coletados e as notificações efetivadas pelo Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (CEREST) – Regional de Presidente Prudente, por intermédio do SINAN/NET evidencia apenas as Perdas Auditivas Induzidas pelo Ruído. Devido ao número crescente do uso de agrotóxicos na Região do Pontal do Paranapanema e ao fato da Perda Auditiva ser considerada uma desordem auditiva evitável, atingindo inúmeros trabalhadores expostos aos agrotóxicos, viu-se a relevância de um estudo que identificasse precocemente alterações de limiares auditivos, especificamente em altas freqüências, objetivando a prevenção de perdas auditivas por ototoxidade.


Texto completo:

PORTUGUESE


DOI: https://doi.org/10.33026/peg.v0i0.2899

A Pegada está indexada em:

LATINDEX - http://www.latindex.unam.mx/

Sumarios.org - http://sumarios.org/

Scientific Indexing Services (SIS) - http://sindexs.org/

GEODADOS - http://geodados.pg.utfpr.edu.br/

Capes Periódicos - http://www.periodicos.capes.gov.br/

Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico (REDIB) - https://www.redib.org/

Directory of Open Acess Journals (DOAJ) - http://doaj.org/

EBSCO - https://www.ebsco.com/

ISSN: 1676-3025