DEGRADAÇÃO DO TRABALHO NA CANA-DE-AÇÚCAR NO PONTAL DO PARANAPANEMA: OS DESAFIOS DA INTENSIFICAÇÃO DA PRODUTIVIDADE NO CORTE (TONELADAS/DIA/HOMEM), ACIDENTES E PROCESSO DE EXPLORAÇÃO

Gleice Eliane Planke

Resumo


Com a expansão do agronegócio no Estado de São Paulo, aumenta a exploração da força de trabalho, pois com a reestruturação das empresas para acompanharem o avanço tecnológico e as exigências do mercado precisa acumular cada vez mais capital e se tornar competitivas, para obterem tais lucros exacerbados extraem a mais valia dos trabalhadores rurais, como se isso não bastasse tentam tirar proveito de qualquer forma do trabalhador, sendo este o sustentador dos luxos dos capitalistas que são os detentores dos meios de produção. O ambiente que mais parece estar adepto a grande exploração é o setor canavieiro que por sua vez tenta de todas as maneiras possíveis driblar a lei e os direitos humanos, causando danos irreversíveis a saúde e a dignidade do trabalhador rural, resultando em diversos números de acidentes nesse setor.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.33026/peg.v11i1.1717

A Pegada está indexada em:

LATINDEX - http://www.latindex.unam.mx/

Sumarios.org - http://sumarios.org/

Scientific Indexing Services (SIS) - http://sindexs.org/

GEODADOS - http://geodados.pg.utfpr.edu.br/

Capes Periódicos - http://www.periodicos.capes.gov.br/

Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico (REDIB) - https://www.redib.org/

Directory of Open Acess Journals (DOAJ) - http://doaj.org/

EBSCO - https://www.ebsco.com/

ISSN: 1676-3025