ASSENTAMENTO CELSO FURTADO: DA CONQUISTA DA TERRA ÀS FORMAS DE RESISTÊNCIA DO TERRITÓRIO CAMPONÊS

Djoni Roos, João Edmilson Fabrini

Resumo


O intento deste artigo é refletir sobre as diversas formas de resistência camponesa, desde aquelas geradas para conquistar a terra, até as travadas no interior dos assentamentos rurais. Compreendendo que a luta camponesa não termina com a conquista da terra e que nos assentamentos se reproduzem disputas, enfrentamentos e resistências entre o território camponês e da agricultura capitalista, procurar-se-á analisar as formas de luta ao capital, engendradas a partir do vínculo aos movimentos sociais e aquelas decorrentes do domínio do território pelos camponeses. Para tanto, serão abordadas as resistências camponesas construídas no assentamento Celso Furtado no município de Quedas do Iguaçu/PR.

Palavras-chave


Camponês; Território; Resistência; Assentamento;

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.33026/peg.v13i1.1153

A Pegada está indexada em:

LATINDEX - http://www.latindex.unam.mx/

Sumarios.org - http://sumarios.org/

Scientific Indexing Services (SIS) - http://sindexs.org/

GEODADOS - http://geodados.pg.utfpr.edu.br/

Capes Periódicos - http://www.periodicos.capes.gov.br/

Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico (REDIB) - https://www.redib.org/

Directory of Open Acess Journals (DOAJ) - http://doaj.org/

EBSCO - https://www.ebsco.com/

ISSN: 1676-3025