O TRABALHO DOS CATADORES DE MATERIAIS RECICLÁVEIS: DA PRECARIZAÇÃO Á ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO.

Letícia Roberta Trombeta

Resumo


Este artigo tem o objetivo de destacar o trabalho dos catadores de materiais recicláveis, essencial para garantir o reaproveitamento de resíduos que seriam depositados em lixões ou aterros, perdendo todos os valores, ou seja, social e econômico, resultando em prejuízo ambiental. Assim, essa atividade desenvolvida por estes trabalhadores proporciona a milhares de famílias emprego e renda, mas não os exime, em muitos casos, de estarem em uma situação de trabalho precarizado. A análise se dá ainda à organização destes trabalhadores em cooperativas ou associações, garantindo assim uma forma organizada de trabalho. Neste caso, analisamos o caso da Cooperativa de Trabalhadores de Materiais Recicláveis de Presidente Prudente (COOPERLIX), que surgiu em 2001 a partir de intervenções de universidades e poder público municipal, para retirar trabalhadores do lixão de Presidente Prudente/SP e organizá-los em uma cooperativa. O artigo analisa também as perspectivas e dificuldades enfrentadas após os 11 anos de sua implantação.


Palavras-chave


Trabalho, catadores de materiais recicláveis, cooperativas e associações.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.33026/peg.v13i1.1083

A Pegada está indexada em:

LATINDEX - http://www.latindex.unam.mx/

Sumarios.org - http://sumarios.org/

Scientific Indexing Services (SIS) - http://sindexs.org/

GEODADOS - http://geodados.pg.utfpr.edu.br/

Capes Periódicos - http://www.periodicos.capes.gov.br/

Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico (REDIB) - https://www.redib.org/

Directory of Open Acess Journals (DOAJ) - http://doaj.org/

EBSCO - https://www.ebsco.com/

ISSN: 1676-3025