O PATRIARCADO NA AGRICULTURA FAMILIAR BRASILEIRA: REFLEXÕES A PARTIR DO MUNICÍPIO DE SÃO LOURENÇO DO SUL – RS/ Patriarchy in the Brazilian family farming: reflections from the municipality of São Lourenço do Sul – RS/ El patriarcado en la agricultura familiar brasileña: reflexiones a partir del municipio de São Lourenço do Sul – RS

Caroline Tapia Bueno, Susana Maria Veleda da Silva

Resumo


A pesquisa estuda o patriarcado e as consequentes desigualdades de gênero na estrutura da agricultura familiar brasileira, considerando as reflexões e os achados de autores (as) que pesquisaram a temática, bem como, os aportes obtidos através da pesquisa empírica realizada em São Lourenço do Sul, município localizado no sul do Rio Grande do Sul. Os dados empíricos baseiam-se em seis entrevistas em profundidade com agricultoras familiares e foram analisados a partir do cruzamento dos achados empíricos com os conceitos oriundos das teorias feministas: relações patriarcais de gênero, divisão sexual do trabalho e a agricultura familiar. Constatamos que o sistema patriarcal dita regras de comportamento para as mulheres e suas famílias, que incide, direta ou indiretamente, na vida das agricultoras ocasionando efeitos na vida privada, como a desigual divisão sexual do trabalho, que dificulta o acesso ao estudo e ao trabalho remunerado com conseqüências para o futuro das jovens agricultoras.


Palavras-chave


Patriarcado, Mulheres, Agricultura Familiar.

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.

 

INDEXAÇÕES E BASES BIBLIOGRÁFICAS 
 
          

 Resultado de imagem para gale a cengage company          

 

Resultado de imagem para redibResultado de imagem para DOAJ logo

                         

ExLibris header image




IPEA - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada