OS ASSENTAMENTOS DA REFORMA AGRÁRIA E OS MEANDROS DA FORMAÇÃO DE UMA BACIA LEITEIRA NO MUNICÍPIO DE SANTANA DO LIVRAMENTO (CAMPANHA GAÚCHA/RS)/The settlements of land reform and the intricacies of the formation of a dairy basin in the municipality of Santana do Livramento (Campanha Gaúcha/RS)

Felipe Leindecker Monteblanco, Márcio Pereira Cordeiro

Resumo


Na Campanha Gaúcha, domínio histórico das estâncias voltadas à pecuária de corte, a produção de leite esteve presente como coadjuvante. A partir dos anos 1990, com a inserção de assentamentos, a região passou a ter considerável incremento de unidades familiares de produção, que logo foram remetidas à pecuária leiteira, considerando a área dos lotes, a experiência dos produtores e as particularidades da região. Santana do Livramento é um caso emblemático desse processo, pois concentra, hoje, o maior número de assentamentos do Rio Grande do Sul, que em grande parte têm no leite seu “carro-chefe”. O presente artigo traz uma análise da participação das famílias assentadas no desenvolvimento de uma bacia leiteira no município. Observou-se que os assentamentos catalisaram a ascensão produtiva do setor, ao ponto de se falar em uma bacia leiteira local. Da percepção dessa potencialidade nasceu o Arranjo Produtivo Local do Leite de Santana do Livramento (APL do Leite), uma entidade com governança coletiva (empresas, instituições, cooperativas, agroindústrias, Estado, produtores) cujo objetivo é a cooperação para o desenvolvimento da cadeia. No entanto, as adversidades têm se ampliado, levando muitos produtores ao abandono da atividade.


Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.

 

INDEXAÇÕES E BASES BIBLIOGRÁFICAS 
 
          

 Resultado de imagem para gale a cengage company          

 

Resultado de imagem para redibResultado de imagem para DOAJ logo

                         

ExLibris header image




IPEA - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada