SUBSUNÇÃO DO TRABALHO AO CAPITAL NA AGROINDÚSTRIA DE ÓLEO DE PALMA NA AMAZÔNIA PARAENSE/ Subsumption of labor to capital in the palm oil agro-industry in the Amazônia Paraense/ Subsunción del trabajo al capital en la agroindustria de aceite de palma en la Amazônia Paraense

Paulo Roberto Carneiro da Paixão Jr., José Antonio Herrera

Resumo


Neste artigo analisa-se as formas da subsunção do trabalho ao capital na agroindústria do óleo de palma da microrregião de Tomé-Açu (PA), a partir da implantação do Programa Nacional de Produção e Uso de Biodiesel (PNPB), em 2004.  O exercício de interpretação se faz por considerar importante a retomado do tema trabalho nas ciências geográficas. A discussão está fundamentada na crítica da economia política, de Karl Marx. Chega-se à conclusão, a partir das primeiras aproximações de campo, de que as formas são as da subsunção real, presente nas usinas processadoras; da subsunção formal, dominante nos campos de dendezeiros empresariais; e da subsunção ideal, uma forma não especificamente capitalista, presente na integração com a propriedade camponesa, mas uma relação reproduzida pelo próprio capital, em razão de seu caráter contraditório. 


Palavras-chave


Subsunção real, formal e ideal, Relações de produção, Dendeicultura, camponês, Amazônia

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.

 

INDEXAÇÕES E BASES BIBLIOGRÁFICAS 
 
          

 Resultado de imagem para gale a cengage company          

 

Resultado de imagem para redibResultado de imagem para DOAJ logo

                         

ExLibris header image




IPEA - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada