REFORMA AGRÁRIA E TRANSIÇÃO AGROECOLÓGICA: EXPERIÊNCIAS DE SUSTENTABILIDADE NO ASSENTAMENTO 20 DE MARÇO EM TRÊS LAGOAS/MS/Agrarian reform and agroecological transition: sustainability experiences at the settlement March 20 in Três Lagoas/MS

Patrícia Tozzo de Matos Mercadante, Rosemeire Aparecida de Almeida

Resumo


O presente artigo discute os resultados da pesquisa acerca da experiência de transição agroecológica desenvolvida desde 2015 no Projeto de Assentamento de reforma agrária 20 de Março, localizado no município de Três Lagoas/MS, em parceria com a Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Campus de Três Lagoas.  A importância dessa experiência de luta para se manter na terra a partir da agroecologia se faz num contexto extremamente adverso, uma vez que a agricultura familiar camponesa possui apenas 3% da área municipal que corresponde a um milhão de ha, grande parte destinada a pecuária e ao monocultivo de eucalipto. É nesta pequena fração territorial que a reforma agrária e a transição agroecológica se projetam como alternativa contra-hegemônica de produção e comercialização, mostrando-se instrumento educativo que aproxima agricultores e consumidores por meio dos canais de curta comercialização com vias a valorização da economia local.


Palavras-chave


PA 20 de Março; Transição Agroecológica; Canais de curta comercialização; Sustentabilidade.

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.

 

INDEXAÇÕES E BASES BIBLIOGRÁFICAS 
 
          

 Resultado de imagem para gale a cengage company          

 

Resultado de imagem para redibResultado de imagem para DOAJ logo

                         

ExLibris header image




IPEA - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada