FORMAÇÃO SOCIOESPACIAL DAS POLÍTICAS ESTATAIS DE CRÉDITO RURAL EM MATO GROSSO DO SUL/Socioespatial formation of state rural credit policies in Mato Grosso do Sul

Tiago Satim Karas, Guillermo Alfredo Johnson

Resumo


O propósito do presente trabalho é debater o caráter da política de crédito rural no Estado do Mato Grosso do Sul, adotando como critério de análise a formação socioespacial. A sustentação dessa investigação se compõe, além da análise dos dados estatísticos sobre o acesso ao crédito e da estrutura fundiária, mapeados de acordo com as subdivisões das mesorregiões do IBGE no estado, também da compreensão sobre as imbricações dinheiro∕crédito∕território e o Estado como ator político e social. Ao final, argumenta-se que este estudo, mesmo não aspirando reunir a totalidade da formação socioespacial desta escala de análise, sem o debate deste problema, contudo, seria pouco provável a compreensão do capitalismo dependente. Tal dependência é expressa a partir da relação entre uma economia de base primária-exportadora, reafirmando o monopólio capitalista da terra, sendo a política de crédito rural no Mato Grosso do Sul seu eixo medular nesta formação socioespacial.


Palavras-chave


crédito rural, socioespacial, terriório, Estado

Texto completo:

PDF


 

 

INDEXAÇÕES E BASES BIBLIOGRÁFICAS 
 
          

 Resultado de imagem para gale a cengage company          

 

 

APOIO
                       
ExLibris header image




IPEA - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada