OS GUARANI E KAIOWÁ E SUAS LUTAS PELO TEKOHA: OS ACAMPAMENTOS DE RETOMADAS E A CONQUISTA DO TEKO PORÃ (BEM VIVER)/ The Guarani and Kaiowá and their struggles for tekoha: the recovery camps and the conquest of teko porã (living well)/ Los Guaraní y Kaiowá y sus luchas por el tekoha: los campamentos de recuperación de tierras y la conquista del teko porã (buen vivir)

Juliana Grasiéli Bueno Mota

Resumo


No presente texto assumimos o desafio de estabelecer diálogos entre o conceito geográfico de território e a categoria nativa da língua guarani tekoha com o objetivo de pôr em evidência a complexidade e as singularidades das lutas dos povos Guarani e Kaiowá pelos seus territórios étnicos, denominados de tekoha. Para tanto, outras categorias nativas da língua guarani expressam suas reivindicações territoriais e dão conteúdo ao tekoha, tais como tekoyma, tekopyahu, teko vai, teko porã e karaí, pois demonstram que a luta por seus territórios étnicos é, sobretudo, a retomada de um modo de vida ideal, semelhante ao modo de vida dos “antigos”, aquele vivido antes da chegada dos brancos - os karaí - e possível de ser reconstruído, atualmente, e mesmo que de maneira incompleta, nos acampamentos de retomadas. A pesquisa foi desenvolvida em diferentes contextos territoriais no município de Dourados/estado de Mato Grosso do Sul, principalmente na Reserva Indígena de Dourados e nos acampamentos Apika´y, Pacurity, Ñu Verã, Ñu Porã e Boqueron, entre os anos de 2008 a 2013.

 


Palavras-chave


Território; Tekoha; Reserva; Acampamento; Teko Porã.

Texto completo:

PDF


 

 

 

INDEXAÇÕES E BASES BIBLIOGRÁFICAS 
 


                          
Gale
                       
ExLibris header image


APOIO

IPEA - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada