GEOGRAFIA DOS DEFICIENTES VISUAIS

Cláudio Benito O. Ferraz, Ewerton T. Carvalho, Caio A. Marques dos Santos, Adriano P. Arrivabene, Maria Julia Ramos Sant'Ana, Claudia Marques Roma, Rodrigo Pereira da Silva

Resumo


Este artigo relata uma experiência desenvolvida entre 2003 e 2004 por um grupo de estagiários e professores na escola para Deficientes Visuais Prof. Faradei Bôscoli, na cidade de Presidente Prudente, que tinha como objetivo elaborar uma maquete da escola para trabalhar noções de geografia com os alunos cegos. Os limites financeiros e as dificuldades do trabalho acabaram contribuindo para a discussão das diferenças entre maquetes cartográficas e geográficas, isso contribuiu para melhor entender o que vem a ser espaço na Geografia. Uma Geografia que deve ser trabalhada para além dos que olhos conseguem ver e a mente calcular, mas uma Geografia que valorize a vida. Foi isso que os deficientes visuais ensinaram.


Texto completo:

Artigo


DOI: https://doi.org/10.35416/geoatos.v1i6.228

Direitos autorais

 ISSN: 1984-1647

E-mail para contato: geoatos.editorial@gmail.com

 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.

  

INDEXADORES E BASES BIBLIOGRÁFICAS

       BASE LogoResultado de imagem para PERIÓDICOS CAPESResultado de imagem para sumarios.orgResultado de imagem para redib

 
 
  1. Resultado de imagem para DRJI                                                    Resultado de imagem para MIAR INDEXADORResultado de imagem para latindexResultado de imagem para google scholar Resultado de imagem para J4F INDEXADOR