CIDADE MÉDIA E CENTRALIDADE: MOGI-GUAÇU E SUA FORMAÇÃO E DESENVOLVIMENTO A PARTIR DO CENTRO

Ulysses Melo Carvalho

Resumo


A discussão a partir do surgimento e desenvolvimento das cidades ao longo da história é algo desafiador para a geografia, afinal o espaço urbano é dinâmico e heterogêneo dentro de múltiplas possibilidades, assim, cada cidade se torna cada vez mais singular. A geografia é importante para a compreensão multiescalar das cidades, ou seja, tanto para o estudo das metrópoles e das redes urbanas quanto nos espaços intra-urbanos. Dentro da hierarquia urbana atual, as cidades médias se destacam desempenhando um papel intermediário entre as metrópoles, grandes cidades e as cidades pequenas. Partindo-se do espaço intra-urbano existem várias possibilidades de estudo, este trabalho se propôe a uma discussão sobre centro e centralidade na cidade de Mogi-Guaçu, no Estado de São Paulo. O centro de Mogi-Guaçu permanece imutável, mesmo com o avanço e desenvolvimento que a cidade está sofrendo. Esta compreensão é importante, pois este espaço público é o local onde ocorre a maioria dinâmica cultural e econômica da cidade desde seu início e, mesmo com novas estruturas como shoppings e centros comercias, permanece como palco de intensas relações sociais.


Texto completo:

Artigo


DOI: https://doi.org/10.35416/geoatos.v1i10.224

Direitos autorais

 ISSN: 1984-1647

E-mail para contato: geoatos.editorial@gmail.com

 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.

  

INDEXADORES E BASES BIBLIOGRÁFICAS

       BASE LogoResultado de imagem para PERIÓDICOS CAPESResultado de imagem para sumarios.orgResultado de imagem para redib

 
 
  1. Resultado de imagem para DRJI                                                    Resultado de imagem para MIAR INDEXADORResultado de imagem para latindexResultado de imagem para google scholar Resultado de imagem para J4F INDEXADOR