CONTRIBUIÇÕES PARA O DEBATE SOBRE A RELAÇÃO ENTRE DINÂMICA INDUSTRIAL E ENERGIA NO ESTADO DE SÃO PAULO

Evandro Filie Alampi, Everaldo Santos Melazzo

Resumo


A dimensão espacial tem ganhado relevância na agenda das discussões sobre as transformações econômicas da produção industrial nos últimos anos. Desconcentração e centralização como processos em curso e suas resultantes espaciais exigem abordagens e investigações que partam do concreto em direção à elaboração de interpretações mais compreensivas sobre tais realidades. No bojo de tais processos, um dos mais notáveis é a emergência e consolidação de mudanças estruturais nas relações entre indústria e energia em sua tradução espacial, relações estas que podem ser analisadas sob diferentes pontos de vista. Este trabalho, além de analisar as questões correlatas à dinâmica industrial, sobretudo no Estado de São Paulo, procura enfatizar a importância de voltar os olhares para a Geografia da Energia, uma corrente geográfica que vem sendo pouco abordada desde sua origem e que pode dar suporte a estudos de Geografia Econômica e Industrial. Tendo tais questões em vista, este artigo alinha argumentos para tal discussão, que apenas se inicia. 

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.33081/formacao.v1i19.821

Revista Formação (Online). ISSN: 1517-543X. E-ISSN: 2178-7298

 

 

INDEXAÇÕES E BASES BIBLIOGRÁFICAS

                         

Imagem relacionada

Apoio