A FEIRA DE GADO NA CIDADE: ENCONTROS, CONVERSAS E NEGÓCIOS

Doralice Sátyro Maia

Resumo


A análise da feira de gado na cidade de João Pessoa-PB- Brasil compõe a pesquisa que tratou das permanências e das transformações dos costumes rurais nesta cidade. Para tanto, resgatamos primeiramente a história do fornecimento de carne para a cidade. Desde seus primórdios, essa cidade apresentava criação de gado em seus arredores que, por sua vez, supria a população citadina de leite e de carne. Neste espaço urbano, a comercialização do gado realizava-se nas próprias unidades criatórias e, aos domingos, junto com a feira livre de Oitizeiro, no antigo caminho para Recife. Apesar desse tipo de comércio existir na cidade, mais exatamente, nas suas “ilhas” rurais, sabemos que ele não se faz necessário para o abastecimento da população citadina. Atualmente, assim como grande parte das cidades de médio e grande porte nordestinas, João Pessoa possui um parque de exposição onde, anualmente, ocorrem as suas feiras-exposições. Contudo, neste mesmo espaço, aos domingos acontece a feira de gado. Lá, os habitantes/criadores da cidade encontram-se com produtores e negociantes de cidades próximas. Eles vendem, trocam, compram, mas também conversam sobre assuntos que giram em torno da criação de animais.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.33081/formacao.v1i14.695

Revista Formação (Online). ISSN: 1517-543X. E-ISSN: 2178-7298

 

 

INDEXAÇÕES E BASES BIBLIOGRÁFICAS

                         

Imagem relacionada

Apoio