A TERRITORIALIZAÇÃO DOS IMIGRANTES JAPONESES NA ALTA SOROCABANA

Adriano Amaro de SOUSA

Resumo


Os estudos nipo-brasileiros sob o enfoque geográfico ganham relevância no Centenário da Imigração Japonesa, em especial os trabalhos sobre movimentos migratórios internacionais Japão-Brasil e Brasil-Japão. Nesse sentido, o presente artigo procura fazer uma reflexão sobre a introdução do imigrante japonês na Alta Sorocabana, objetivando compreender o enraizamento dos nipônicos e seus descendentes pelo trabalho, pelo modo de viver e pela “ascensão social”. Primeiramente, buscamos entender a des-reterritorialização da imigração japonesa para o Brasil associada às diversas TDR’s dos nipo-brasileiros no território paulista. Depois, verificamos a territorialização dos nipônicos na região da Alta Sorocabana como lugar de reprodução social dos japoneses no Brasil, deste modo, tecemos considerações sob a comunidade

nipo-brasileira em Presidente Prudente/SP.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.33081/formação.v2i14.650

Revista Formação (Online). ISSN: 1517-543X. E-ISSN: 2178-7298

 

 

INDEXAÇÕES E BASES BIBLIOGRÁFICAS

                         

Imagem relacionada

Apoio