ABORDAGENS SOBRE AS NOÇÕES DE CIRCULAÇÃO, TRANSPORTE AÉREO E TURISMO NA GEOGRAFIA TRADICIONAL: ALGUMAS REFLEXÕES

Airton Aredes, Márcio Rogério Silveira

Resumo


No presente texto pretendeu-se realizar uma abordagem prospectiva em obras da Geografia Humana, caracterizadas como da Geografia Tradicional, a presença ou não das noções de circulação, transporte aéreo e turismo, no período que coincide com o dos primeiros voos tripulados em aparelhos mais pesados que o ar aos voos tidos como voos comerciais e com viagens que se caracterizassem como de turismo, ou seja, de 1906 à 1965. Essa prospecção preliminar foi realizada nas obras de Ratzel (1914 apud SILVA JUNIOR, 2011), La Blache (1954), Brunhes (1962), Derruau (1964) e George (1965) por enfocarem a Geografia Humana e Econômica em suas análises sobre o espaço geográfico. Procurou-se identificar em tais obras as referidas noções e qual o olhar desses autores para elas, tendo o cuidado de efetuar a análise em ordem cronológica. Verificou-se em tais obras que é a partir de 1960 que as referidas noções vão ser abordadas na Geografia, mas, que já havia preocupações com a circulação aérea desde Ratzel com suas observações sobre os três domínios: o terrestre, o marítimo e o aéreo.

Texto completo:

PDF

Referências


BARRETO, Margarida. Manual de iniciação ao estudo do turismo. 17.ed. Campinas-SP: Papirus, 2008.

BECKER, Berta K. Políticas e planejamento do turismo no Brasil. In: Caderno Virtual de Turismo. v.1, n.1, 2001.

BRUNHES, Jean. Geografia Humana. Abreviada e atualizada por Mme. Mariel Jean-Brunhes Delamarre e Pierre Defontaines. Tradução de Ruth Magnanini. Rio de Janeiro: Fundo de Cultura, 1962.

CHEPTULIN, Alexandre. A dialética materialista: categorias e leis da dialética. São Paulo: Alfa-Omega, 1982.

COCCO, Rodrigo Giraldi; SILVEIRA, Marcio Rogério. Interações espaciais, transporte público e estruturação do espaço urbano. In: Revista Brasileira de Estudos Urbanos e Regionais. Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Planejamento Urbano e Regional, 2011.

COOPER, Chris. Turismo, princípios e prática. Porto Alegre: Bookman, 2001, p. 306-325.

DERRUAU, Max. Tratado de geografia humana. Paris: Librairie Armand Colin, 1961. Barcelona: Vicens-Vives, 1964.

DICIONÁRIO ONLINE DE PORTUGUÊS. Turborreator. Disponível em: < https://www.dicio.com.br/pesquisa.php?q=Turborreatores> Acesso em: 12 de maio de 2011.

GEORGE, Pierre. Geografia econômica. 2.ed. Paris: Presses Universitaires de France, 1958. 3.ed. Rio de Janeiro: Fundo de Cultura, 1965.

LA BLACHE, Paul Vidal de. Princípios de Geografia Humana. Lisboa: Edições Cosmos, 1954.

MARX, Karl. O Capital: crítica à economia política. São Paulo: Abril Cultural, 1983.

PAOLILLO, André Milton; REJOWSKI, Mirian. Transportes. São Paulo: Aleph, 2002.

RANGEL, Ignácio. Obras reunidas. Rio de Janeiro: Contraponto, 2005.

SANTOS, Milton. Por uma geografia nova: da crítica da geografia a uma geografia crítica. 6. ed. 1.reimpr. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2008 .

SANTOS, Milton. A natureza do espaço: técnica e tempo, razão e emoção. São Paulo: EDUSP, 2009.

SANTOS, Milton; SILVEIRA, Maria Laura. O Brasil: território e sociedade no início do século XXI. 5.ed. Rio de Janeiro: Record, 2003.

SCHUMPETER, Joseph A. Capitalismo, Socialismo e Democracia. Rio de Janeiro: Zahar, 1984.

SILVA JUNIOR, Roberto França da. A formação e a constituição da geografia da circulação a partir das perspectivas de Friedrich Ratzel e Paul Vidal de La Blache. In: Circulação, transporte e logística: diferentes perspectivas. São Paulo: Expressão Popular, 2011, p. 45-60.

SILVEIRA, Marcio Rogério (Org.). Geografia da circulação, transportes e logística: construção epistemológica e perspectivas. In: Circulação, transporte e logística: diferentes perspectivas. São Paulo: Expressão Popular, 2011, p. 13-44.

SORRE, Maximiliem. Geografia. São Paulo: Ática, 1984.

ULLMAN, Edward. Geography as spacial interaction. In: HURST, Michael Eliot (org.) Transportation Geography. Londres: Macgraw Hill, 1972, p. 29-39.




DOI: https://doi.org/10.33081/formacao.v26i49.6339

Revista Formação (Online). ISSN: 1517-543X. E-ISSN: 2178-7298

 

 

INDEXAÇÕES E BASES BIBLIOGRÁFICAS

                         

Imagem relacionada

Apoio