UMA ANÁLISE DA RELAÇÃO CIDADE-CAMPO E A DINÂMICA URBANO-RURAL NO MUNICÍPIO DE ILHA SOLTEIRA (SP).

Audrey Ferreira Rosa

Resumo


A discussão sobre a relação urbano-rural e seu par dialético não é recente, muitos estudos procuram definir o campo e a cidade e as relações entre eles, utilizando-se de diferentes concepções e teorias. Neste sentido, ao longo desse artigo foi realizada uma revisão bibliográfica, na qual se identifica diferentes formas de compreender o urbano e o rural, evidenciando a complexidade desse tema do ponto de vista da diversidade das relações existentes. Contribuindo para essa análise foi estudado o município de Ilha Solteira (SP), que permite compreender as relações entre a cidade e o campo na formação do município, que foi planejado como residência para os trabalhadores da Companhia Energética do Estado de São Paulo (CESP), com um padrão de distribuição das residências de acordo com o nível profissional desses trabalhadores e a instalação de um Cinturão Verde que permitiria a autossuficiência do município e a instalação do assentamento Estrela da Ilha em 2005. Desta forma, a partir da analise teórica e empírica no município, buscou-se compreender a relação cidade-campo no município de Ilha Solteira, mostrando as mudanças que ocorreram e como essas mudanças também contribuem para a necessidade de mudanças conceituais para explicar os fenômenos recentes.

Texto completo:

PDF

Referências


ALENTEJANO, Paulo. R. As relações campo-cidade no Brasil do século XXI. Terra Livre, v. 2. n. 21, p. 01-22, 2003.

ALVES, Flamarion Dutra. A relação campo-cidade na geografia Brasileira: apontamentos teóricos a partir de periódicos científicos. Geografia, ensino e Pesquisa, v. 16, n. 3, set./dez. 2010.

ARAUJO, C. M; HESPANHOL, R. A. M.; BARONE, L. A.; TARSITANO, M. A. “Autonomia e dependência na Associação dos Pequenos Agricultores do Projeto Cinturão Verde de Ilha Solteira”. In: Congresso brasileiro de administração, economia e sociologia rural, Londrina (PR). 2007. (CD-ROM).

DOURADO, Lilian Aparecida Campos; SILVA, Edima Aranha; HERNANDES, Fernando Braz Tangerino; VANZELA, Luis Sergio. Ilha Solteira contraste de uma cidade planejada. In: XII Encontro Sul-Matogrossense de Geografia, Três Lagoas, 2003.

ELIAS, Denise. Redes agroindustriais e urbanização dispersa no Brasil. X Colóquio Internacional de Geocrítica, 2008.

GOMEZ, S. E. Nueva Ruralidad? Um aporte al debate. Estudos, Sociedade e Agricultura, 17 de outubro de 2001, p. 5-32.

LIMA, Luiz Henrique Mateus. A construção da usina hidrelétrica e os primeiros sinais de segregação socioespacial em Ilha Solteira/SP, Revista Eletrônica da Associação dos Geógrafos Brasileiros – Seção Três Lagoas/MS, n. 18, Ano 10, Novembro, 2013.

LOCATEL, Celso Donizete; HESPANHOL, Antonio Nivaldo. Desenvolvimento da agricultura e espaço rural. In: SILVEIRA, M.R.; LOMOSO, L. P.; MOURÂO, P. C. Questões Nacionais e regionais do território brasileiro. São Paulo: Expressão popular, 2006. p. 117-132.

MOREIRA, Ruy. Campo e cidade no Brasil contemporâneo. Conferência no simpósio Interfaces das representações urbanas em tempos de globalização, São Paulo, SESCSP, 2005.

PEREIRA, Anete Marília; ALVES, Carlos Henrique Silva; COSTA, Dayane Sthepanie Maia. A plurifuncionalidade e o ordenamento territorial nos espaços periurbanos, breves considerações, Revista Vozes dos Vales: Publicações Acadêmicas, Minas Gerais, n. 02, Ano I, outubro/2012.

QUEIROZ, Maria Isaura Pereira de. Do rural ao urbano no Brasil. In: SZMRECSANYI, Tamás; QUEDA, Oriowaldo. Vida rural e mudança social. Editora Nacional: São Paulo, 1979,

SILVA, Paulo Jurado da. HESPANHOL; Rosangela Aparecida de Medeiros. Relações cidade-campo e urbano-rural: contribuição para a análise geográfica do projeto cinturão verde de Ilha Solteira, São Paulo e para o programa vilas rurais em Lerroville, Paraná, Brasil. Revista Geoatos. Departamento de Geografia da FCT/UNESP, Presidente Prudente, n. 11, v.2, julho a dezembro de 2011, p.33-48.

SOUZA, Marcelo Lopes de. ABC do Desenvolvimento urbano. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2003.

SOLARI, Aldo. O objeto da Sociologia rural. In: SZMRECSANYI, Tamás; QUEDA, Oriowaldo. Vida rural e mudança social. Editora Nacional: São Paulo, 1979,

SOROKIN, P. A.; ZIMMERMAN, C. C.; GALPIN, C. J. Diferenças fundamentais entre o mundo rural e o urbano. In: MARTINS, José de Souza (Org.). Introdução crítica à sociologia rural. São Paulo: Hucitec, 1981.

WANDERLEY, Maria de Nazareth Baudel. A ruralidade no Brasil moderno. Por un pacto social pelo desenvolvimento rural. In: GIARRACCA, Norma (org.) Una nueva ruralidad en América Latina? Buenos Aires, p. 31-44, 2001.

VALE, Ana Rute do; GERARDI, Lúcia Helena de Oliveira. Crescimento urbano e teorias sobre o espaço Periurbano: analisando o caso do Município de Araraquara (SP). In: GERARDI, Lúcia Helena de Oliveira (Org.) Geografia: ações e reflexões. 1 ed. Rio Claro: AGETEO; Programa de pós graduação em geografia, 2006, p. 231-246.




DOI: https://doi.org/10.33081/formacao.v25i46.5530

Revista Formação (Online). ISSN: 1517-543X. E-ISSN: 2178-7298

 

 

INDEXAÇÕES E BASES BIBLIOGRÁFICAS

                         

Imagem relacionada

Apoio