OS LOTEAMENTOS FECHADOS E A PRODUÇÃO DO ESPAÇO URBANO EM RIO BRANCO - ACRE

Victor Régio da Silva Bento

Resumo


O trabalho em questão visa compreender a produção do espaço urbano na capital do estado do Acre mediante a construção de loteamentos fechados no entorno do anel viário da Via Verde. Desde a construção dessa rodovia é notória a modificação no uso do solo tanto pela implantação de instituições públicas e privadas assim como pela construção de novas formas de habitação. Recorreu-se à análise do Estado como agente viabilizador do parcelamento fundiário através de legislações municipais e federais. Consecutivamente, foi observado como os grupos imobiliários de investimento local, regional e nacional atuam convertendo a habitação, segurança, acessibilidade e meio ambiente em mercadorias para a comercialização dos empreendimentos residenciais analisados. Conclui-se que a Via Verde possibilitou alterações na lógica de habitação, consumo e produção espacial em Rio Branco fomentando a segregação dos grupos sociais por sua capacidade de usufruir das raridades impostas pelo marketing da moradia enclausurada.


Texto completo:

PDF


Revista Formação (Online). ISSN: 2178-7298. E-ISSN: 1517-543X

 

 

INDEXAÇÕES E BASES BIBLIOGRÁFICAS








 

Apoio