CARACTERIZAÇÃO DOS SOLOS DE PARTE DOS MUNICÍPIOS DE MARABÁ PAULISTA-SP E PRESIDENTE EPITÁCIO-SP

Melina Fushimi, João Osvaldo Rodrigues Nunes, Robson Chacon Castoldi

Resumo


No atual momento histórico, diante das transformações aceleradas das paisagens urbanas e rurais, em que as dinâmicas da sociedade se inter-relacionam com as dinâmicas da natureza, a questão ambiental, onde se incluem os estudos sobre solos, assume relevância crescente em vários campos do conhecimento, sobretudo, na Geografia. Dessa forma, o objetivo principal do presente artigo foi caracterizar os solos de parte dos municípios de Marabá Paulista-SP e Presidente Epitácio-SP e relacioná-los com os principais compartimentos do relevo (topos, vertentes e fundos de vales) e usos da terra. Com base no referencial teórico e nos trabalhos de campo, com o levantamento de pontos de observação dos solos e caracterização de quatro perfis pedológicos (Pontos 1, 2, 3 e 4), além da elaboração do esboço simplificado das principais classes de solos na escala 1:50.000, foi possível identificar solos desenvolvidos (associação Latossolos), solos rasos a desenvolvidos (associação Argissolos), solos rasos (associação Neossolos) e solos hidromórficos (associação Planossolos e Gleissolos). Enfim, vale ressaltar a importância dos estudos sobre solos na região do Extremo Oeste Paulista, os quais podem subsidiar trabalhos posteriores, como vulnerabilidade ou fragilidade à erosão, fertilidade e contaminação dos solos. Dessa forma, os aspectos pedológicos são constituintes e interagem com os demais fenômenos que compõem o espaço geográfico.


Texto completo:

PDF


Revista Formação (Online). ISSN: 2178-7298. ISSN-L: 1517-543X