ANÁLISE TEMPORAL DA QUALIDADE DA ÁGUA NO CÓRREGO LIMOEIRO E NO RIO PIRAPOZINHO NO ESTADO DE SÃO PAULO - BRASIL

Marcia Aparecida Silva, Renata Ribeiro de Araújo

Resumo


O estudo limnológico verificou a qualidade da água em uma seção fluvial do córrego Limoeiro, no município de Presidente Prudente, e em uma seção do rio Pirapozinho, município de Pirapozinho, pertencentes à bacia hidrográfica do rio Santo Anastácio localizada na Unidade de Gerenciamento de Recursos Hídricos do Pontal do Paranapanema - UGRHI-22, no Oeste Paulista. O monitoramento limnológico ocorreu entre os anos de 2006 e 2015. Na análise temporal foi investigado o comportamento dos corpos hídricos ao deixarem de receber esgotos domésticos in natura provenientes da zona urbana dos referidos municípios. As seções amostrais nos canais fluviais foram selecionadas de maneira que estivessem situadas após a influência das zonas urbanas dos municípios de Presidente Prudente e Pirapozinho. As variáveis temperatura da água, potencial hidrogeniônico e oxigênio dissolvido foram monitoradas por meio de aparelhos digitais portáteis. As variáveis resíduos sedimentáveis, nitrogênio amoniacal, demanda química de oxigênio, demanda bioquímica de oxigênio, coliformes totais e Escherichia coli foram monitoradas por meio de protocolos de avaliação de acordo com o Standard Methods for Examination of Water and Wastewater 22nd Edition (2012). Os resultados obtidos durante os estudos apontaram melhoria na qualidade da água em ambas as seções. Com base nos resultados foi possível concluir que a partir de 2008 os córregos apresentaram recuperação de seus padrões de qualidade de acordo com as classes de enquadramento, preconizadas pela legislação ambiental.


Texto completo:

PDF


Revista Formação (Online). ISSN: 2178-7298. ISSN-L: 1517-543X