A REDE POLÍTICA DA CADEIA PRODUTIVA DA MADEIRA NO CENTRO-SUL DO PARANÁ: DINÂMICAS A PARTIR DA INSERÇÃO INTERNACIONAL

Patrícia dos Santos, Marcia da Silva

Resumo


O presente trabalho tem por finalidade analisar a configuração da rede política da cadeia produtiva da madeira, em Guarapuava – PR, a partir da inserção internacional. Guarapuava, que na década de 1940 foi polo representativo da madeira, ainda permanece com as atividades industriais madeireiras, embora de maneira menos expressiva. Hoje o setor se alavanca pelas pretensões de inserção internacional, a partir das práticas de exportação, conformada por vários atores com poderes diferenciados e que se relacionam a partir de uma rede política. Diante disso, a abordagem do conceito de território possibilitou o estudo de um espaço que é dotado de relações de poder, neste caso o território da madeira. Quanto aos procedimentos metodológicos adotados, formalizaram-se de caráter exploratório-descritivo, por se tratar de um estudo de caso, a cadeia produtiva da madeira, sendo o universo da pesquisa a rede política estabelecida pela própria cadeia. Para tanto, a pesquisa pautou-se de fundamentação teórica, aplicação de questionários, utilização do software UCINET (Software de Análise de Redes Sociais) e coleta de dados secundários. Considerou-se, assim, que a rede política da cadeia produtiva da madeira em Guarapuava-PR ainda se apresenta de forma frágil, pois as relações de seus atores, em muitos casos, ocorrem de forma independente, uma vez que as entidades de classe representativas do setor não apresentam recursos políticos suficientes para possibilitar ações para consolidar as empresas em cadeia.


Texto completo:

PDF


Revista Formação (Online). ISSN: 2178-7298. ISSN-L: 1517-543X