TRANSFORMAÇÕES NA PAISAGEM E FORMAÇÃO DE DEPÓSITOS TECNOGÊNICOS NOS CONJUNTOS HABITACIONAIS JARDIM HUMBERTO SALVADOR E AUGUSTO DE PAULA DA CIDADE DE PRESIDENTE PRUDENTE

Leda Correia Pedro Miyazaki, Érika Cristina Nesta Silva, João Osvaldo Rodrigues Nunes

Resumo


Os depósitos tecnogênicos são originados pela ação humana no ambiente. Nesta abordagem de estudo considera-se o homem como agente geológico e geomorfológico, capaz de causar alterações nas camadas pedológicas, de maneira direta ou indireta. Assim, o presente artigo tem como objetivo o estudo da formação dos depósitos tecnogênicos no setor nordeste de Presidente Prudente-SP, em específico nas planícies aluviais tecnogênicas próximas aos Conjuntos Habitacionais Jardim Humberto Salvador e Augusto de Paula. Para o cumprimento do objetivo foram necessários a realização de levantamentos bibliográficos, trabalhos de campo para identificação dos processos do uso e ocupação do solo e coleta de três depósitos tecnogênicos na área de estudo. Historicamente, a implantação dos referidos conjuntos habitacionais, está associada a um padrão de uso e ocupação do relevo, sem um planejamento adequado, ocasionando a formação dos depósitos tecnogênicos em ambiente urbano. No caso dos resultados das análises texturais das amostras coletadas, observou-se expressiva diferença de composição dos materiais tecnogênicos, identificados como úrbicos e espólicos, o que permitiu estabelecer relações entre os aspectos naturais e sociais que configuram a paisagem atual.


Texto completo:

PDF


Revista Formação (Online). ISSN: 2178-7298. ISSN-L: 1517-543X