Ocupação das Zonas de Vulnerabilidade à Erosão em Cidade Gaúcha – Paraná

Felipe Macedo, Marta Luzia de Souza

Resumo


A região Noroeste do estado do Paraná possui solos vulneráveis à erosão. O processo de ocupação foi marcado por um desmatamento generalizado, um rápido crescimento populacional e, a não adoção de práticas conservacionistas acabaram por expor os solos ao desenvolvimento de vários tipos de feições erosivas, a partir da década de 1940. Neste contexto, nos anos de 1990 uma equipe de pesquisadores de órgãos públicos paranaenses realizou um mapeamento geotécnico nas áreas urbanas e periurbanas de Cidade Gaúcha. Na carta geotécnica, finalizada em 1994, três áreas foram identificadas como não recomendadas para ocupação na área urbana. Atualmente duas delas ainda possuem problemas erosivos e a terceira área está com ausência de feições erosivas. Todas as erosões encontradas foram desenvolvidas, possivelmente, pela falta de medidas preventivas sugeridas no memorial descritivo do mapeamento geotécnico original.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.33081/formacao.v2i23.4061

Revista Formação (Online). ISSN: 1517-543X. E-ISSN: 2178-7298

 

 

INDEXAÇÕES E BASES BIBLIOGRÁFICAS

                         

Imagem relacionada

Apoio