AVALIAÇÃO AMBIENTAL DE SISTEMAS HIDROGEOMORFOLÓGICOS E DA ÁREA DE PRESERVAÇÃO PERMANENTE DE ENTORNO NA UNIDADE HIDROGRÁFICA RIO DO FAGUNDES, PARAÍBA DO SUL, RIO DE JANEIRO, BRASIL

Cintia de Andrade Corrêa, Nadja Maria Castilho da Costa

Resumo


As nascentes são importantes e complexos sistemas hidrogeomorfológios que mantêm uma forte interação geoecológica na paisagem. O presente estudo trata da avaliação ambiental das Áreas de Preservação Permanente de dez nascentes seguindo um protocolo de avaliação rápida com o objetivo de avaliar o nível de perturbação, a partir de quatorze parâmetros avaliados na Unidade Hidrográfica de Planejamento Rio do Fagundes, no estado do Rio de Janeiro, Brasil. O mesmo foi aplicado no verão (fevereiro) e no inverno (agosto) de 2017 e os resultados demonstraram que o nível de perturbação constatado variou pouco entre as duas estações. No verão, seis das dez nascentes apresentaram nível alto de perturbação, duas apresentaram nível de perturbação natural, uma apresentou o nível de perturbação alterado e uma, sem dados. No inverno, seis nascentes apresentaram nível de perturbação impactado, uma apresentou nível de perturbação natural, duas, nível alterado e uma, sem dados. Concluiu-se que o protocolo permitiu a avaliação preliminar e de baixo custo, podendo ser replicado em ambientes de nascentes e entorno.


Palavras-chave


Avaliação Ambiental de Nascentes; Protocolo de Avaliação Rápida; Área de Preservação Permanente de entorno de Nascentes; Unidade Hidrográfica de Planejamento.

Texto completo:

PDF


Caderno Prudentino de Geografia - ISSN: 2176-5774

 

Associação dos Geógrafos Brasileiros - Seção Local Presidente Prudente/SP

Rua Roberto Simonsen, 305, Centro Educacional, CEP: 19.060-900, Presidente Prudente, São Paulo.