LUGAR TURÍSTICO E A RELAÇÃO COM AS REDES GEOGRÁFICAS E A MOBILIDADE

Ana Cristina Costa Siqueira, Carla Adriana Berdnachuk

Resumo


As redes geográficas, compreendidas entre os fixos e fluxos, são de grande importância para a compreensão de temas inerentes a ciência geográfica. Na complexa estrutura urbana e rural, e, sobre as estruturas fixas atuam os fluxos, nessa perspectiva o entendimento de fixos e fluxos se torna essencial para compreender as ações turísticas realizadas nos lugares. A concepção de lugar enquanto conceito geográfico pode ser entendido a partir das relações que são estabelecidas entre pessoas e objetos proporcionado pelo movimento. Lugares turísticos são também lugares geográficos, pois, o turismo é uma forma de promover relações entre diferentes grupos de pessoas. O objetivo deste trabalho é compreender os lugares turísticos como espaços concretos relacionando-os ao conceito de redes geográficas e mobilidade turística. A metodologia utilizada é de caráter bibliográfica, proveniente de um debate a respeito dos lugares turísticos. Pode-se compreender, a partir de então, que o turismo é a relação dos atores com objetos materiais e imateriais e que agregam unicidade ao lugar, característica que dá ao lugar a concretização de turístico. O estudo da mobilidade atrelada aos lugares turísticos traz diversos apontamentos úteis no entendimento das relações no espaço geográfico e o turismo enquanto atividade econômica produz e consome o espaço geográfico, pela comunicação entre pessoas e objetos de diferentes lugares.


Palavras-chave


Turismo; Lugar; Mobilidade; Redes.

Texto completo:

PDF


Caderno Prudentino de Geografia - ISSN: 2176-5774

 

Associação dos Geógrafos Brasileiros - Seção Local Presidente Prudente/SP

Rua Roberto Simonsen, 305, Centro Educacional, CEP: 19.060-900, Presidente Prudente, São Paulo.