MOBILIDADE E EXCLUSÃO SOCIAL

Rafael da Ponta Vicente

Resumo


Neste texto, busca-se estabelecer uma mediação entre os processos de exclusão social e as dinâmicas da mobilidade na sociedade urbana. Pretende-se problematizar seus conteúdos em três momentos: primeiro, entendendo a exclusão social como uma abordagem metodológica que dê conta de uma realidade complexa e contraditória, identificando as relações entre os conceitos de desigualdade, segregação e exclusão; em seguida, destacando três estudos sobre desigualdade e exclusão social que, considera-se, formulam perspectivas metodológicas para realidades urbanas específicas e diferenciadas entre si – São Paulo e Álvares Machado, compreendendo respectivamente uma cidade de grande e uma de pequeno porte –; por fim, incorporam-se ao texto os processos específicos de mobilidade na formação/produção e reprodução das desigualdades de Álvares Machado, entendendo a complexidade dos aspectos que determinam um modo de vida através de um repertório empírico-conceitual que abarque, por um lado, o perfil social geral da população ao mesmo tempo em que, por outro, proporcione o entendimento de sua heterogeneidade.


Palavras-chave


Mobilidade; Exclusão Social; Produção do Espaço Urbano

Texto completo:

PDF


Caderno Prudentino de Geografia - ISSN: 2176-5774

 

Associação dos Geógrafos Brasileiros - Seção Local Presidente Prudente/SP

Rua Roberto Simonsen, 305, Centro Educacional, CEP: 19.060-900, Presidente Prudente, São Paulo.