OS RECENTES PROCESSOS MIGRATÓRIOS EM ITUIUTABA (MG) E A INSERÇÃO DAS AGROINDÚSTRIAS CANAVIEIRAS

Rogério Gerolineto Fonseca, Joelma Cristina dos Santos

Resumo


Este artigo é um estudo dos processos de mobilidade populacional estabelecidos no município de Ituiutaba (MG), e tem como objetivo principal analisar as recentes transformações urbanas provocadas a partir dos processos migratórios engendrados pela intensificação de investimentos de capitais no campo, que influenciam no deslocamento de populações, com enfoque principal voltado aos trabalhadores nordestinos que migram para Ituiutaba e se ocupam na atividade sucroalcooleira. A cidade de Ituiutaba tem passado por uma fase de grandes transformações, entre as quais vêm se destacando a reestruturação urbana. As atividades econômicas implantadas no campo, associadas às  presentes na cidade, privilegiam sobremaneira o setor urbano, convergindo para este, tanto a população do próprio município que deixa o campo expulsa pela nova configuração das relações de trabalho no meio rural, quanto a população de outras localidades que se dirige para Ituiutaba com a finalidade de se dedicar às atividades do setor agroindustrial. Estes últimos, chamados de trabalhadores volantes, mesmo tendo como local de trabalho o campo, se estabelecem na cidade, contribuindo ainda mais para o incremento populacional urbano.

Palavras-chave


mobilidade populacional; migrantes; agroindústria.

Texto completo:

PDF


Caderno Prudentino de Geografia - ISSN: 2176-5774

 

Associação dos Geógrafos Brasileiros - Seção Local Presidente Prudente/SP

Rua Roberto Simonsen, 305, Centro Educacional, CEP: 19.060-900, Presidente Prudente, São Paulo.