OS CONTEÚDOS ESCOLARES E A RESSURREIÇÃO DOS MORTOS: CONTRIBUIÇÃO À TEORIA HISTÓRICO-CRÍTICA DO CURRÍCULO

Marcos Vinicius Francisco, Erika Porceli Alaniz, Cinthia de Sousa Noguchi

Resumo


A resenha do livro “Os Conteúdos Escolares e a Ressureição dos Mortos” objetiva sistematizar e analisar as contribuições da obra para explicitar o significado dos conteúdos escolares na formação do psiquismo humano na abordagem da pedagogia histórico-crítica. Sintetiza-se os principais conceitos abordados pelo autor com base no materialismo histórico dialético, quais sejam: a dimensão criadora da concepção de reprodução do saber historicamente acumulado; a contraposição à lógica adaptativa de desenvolvimento humano ao se referir a um processo dialético e catártico no qual o sujeito transforma a natureza e o seu psiquismo; a ideia de que os conteúdos escolares, enquanto atividade humana da prática social objetivada, não podem ser considerados obsoletos, como apregoado pelas pedagogias do “aprender a aprender”. A contribuição da obra está em considerar que o indivíduo se constitui com base nas múltiplas mediações de natureza política, histórica e social, bem como corrobora com o conjunto da produção científica no âmbito do materialismo histórico dialético que identifica a educação como uma mediação necessária à superação da sociedade capitalista e construção da revolução socialista.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14572/nuances.v28i3.5724


Revista Eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação e do Departamento de Educação da Faculdade de Ciências e Tecnologia/Unesp - Presidente Prudente.

Retornar ao portal de revistas
Menor Menor Médio Médio Maior Maior
Facebook Facebook Revista Nuances
Email nuances.fct@gmail.com