AS CRIANÇAS COMO ATORES SOCIAIS NO ESPAÇO/TEMPO DA CRECHE: um olhar pela Sociologia da Infância

Janaina Nogueira Maia, Marta Regina Brostolin

Resumo


O presente estudo emerge das discussões realizadas no GEPDI (Grupo de Estudos e Pesquisas da Docência na Infância) do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Católica Dom Bosco (PPGE-UCDB)  e tem por objetivo observar e analisar o que dizem as crianças (Maternal) em suas interações estabelecidas  no espaço/tempo de uma creche no município de Aquidauana/MS. A observação consistiu em identificar o modo de expressividade e manifestação das crianças  buscando compreender os processos interativos entre eles e entre eles e os adultos/profissionais e analisar suas experiências neste espaço/tempo que é a possibilidade das crianças viveram a sua infância. A base teórica desse estudo tem a criança e infância pensada pela Sociologia da Infância, considerando-a atores sociais, sujeitos de direitos e como aporte teórico autores deste campo de estudo emergente em relação a suas culturas de pares, bem como as suas interações e diferentes manifestações. Tem uma abordagem qualitativa, do ponto de vista metodológico e ao longo da pesquisa utilizou a observação como instrumento para geração de dados, tendo como recurso metodológico a fotografia. Por meio de análises, os resultados indicam que as crianças sabem se comunicar, interagem, compartilham, manifestam e estabelecem suas próprias culturas, afetadas e afetando o seu entorno com suas reações e interações ao longo de sua permanência na instituição infantil. 


Palavras-chave


Crianças; Atores sociais,;Creche; Sociologia da Infância.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14572/nuances.v28i3.5289


Revista Eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação e do Departamento de Educação da Faculdade de Ciências e Tecnologia/Unesp - Presidente Prudente.

Retornar ao portal de revistas
Menor Menor Médio Médio Maior Maior
Facebook Facebook Revista Nuances
Email nuances.fct@gmail.com