LITERATURA INFANTIL PARA CRIANÇAS ENFERMAS: CONTRIBUIÇÕES NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES

Ercília Maria Angeli Teixeira de Paula, Lilian Cristiane Garcia Ciardulo Tait Davina

Resumo


Resumo: A produção literária para crianças enfermas no Brasil ainda é pouco conhecida, tanto pelo mercado editorial, como pelos cursos de formação de professores. A literatura infantil permite a vivência de aspectos lúdicos e a elaboração de estratégias de enfrentamento para situações adversas. Diante desses aspectos surgiu o problema deste trabalho: quais os livros produzidos para crianças enfermas com temas que discutem as suas vivências? O objetivo deste artigo é apresentar a produção literária destinada às crianças enfermas e as contribuições destes livros na formação de professores. A metodologia deste estudo foi à seleção e análise de 18 livros infantis produzidos nas últimas duas décadas que discutem essas temáticas. As análises dos livros levaram a conclusão que eles são instrumentos que permitem às essas crianças identificarem-se com os personagens, vivenciarem as suas histórias e buscarem enfrentar esse período de suas vidas de forma mais acolhedora e humanizada.

Palavras-chave


Literatura Infantil; Formação de Professores; Pedagogia Hospitalar

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.32930/nuances.v29i3.5095


Revista Eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação e do Departamento de Educação da Faculdade de Ciências e Tecnologia/Unesp - Presidente Prudente.

Retornar ao portal de revistas
Menor Menor Médio Médio Maior Maior
Facebook Facebook Revista Nuances
Email nuances.fct@gmail.com