RELAÇÕES ENTRE O JULGAMENTO MORAL E AS TENDÊNCIAS À INCLUSÃO SEGUNDO OS JUÍZOS DE ESCOLARES

Cristiane Pereira Marquezini

Resumo


O artigo relata um estudo, cujo objetivo principal foi compreender as possíveis relações entre o preconceito e o desenvolvimento moral no cenário da educação inclusiva. Nossas experiências práticas com a inclusão de alunos portadores de necessidades educacionais especiais (NEE) corroboravam a bibliografia sobre o fenômeno, sendo observado que a inclusão ocorria engendrada em atitudes de preconceito velado ou explícito. Embasados na teoria da moralidade humana, buscamos uma elucidação para a temática. Assim, realizamos um estudo empírico numa instituição localizada na cidade de São Paulo (SP), cujos participantes foram 40 alunos dos ensinos fundamentais I e II. Os resultados atentam para importância do desenvolvimento moral e suas implicações nas relações interindividuais de cooperação estabelecidas na escola e, especialmente, na educação inclusiva.

 


Palavras-chave


Desenvolvimento Moral. Preconceito. Educação inclusiva

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14572/nuances.v28i3.4819


Revista Eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação e do Departamento de Educação da Faculdade de Ciências e Tecnologia/Unesp - Presidente Prudente.

Retornar ao portal de revistas
Menor Menor Médio Médio Maior Maior
Facebook Facebook Revista Nuances
Email nuances.fct@gmail.com